17.5 C
Brasília
sábado, 12 junho, 2021

CPI da Covid-19 recebe pela segunda vez o ministro da Saúde Marcelo Queiroga nesta terça-feira(8)

O retorno de Queiroga já havia sido planejado antes mesmo do anúncio da Copa América e do depoimento da médica Luana Araújo

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 está acontecendo, nesta terça-feira (8), a partir das 9h, para escutar novamente o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O depoimento foi antecipado depois dos senadores descobrirem que o Brasil sediará a Copa América, e ainda com o depoimento da infectologista Luana Araújo, que aconteceu na quarta-feira passada.

Acompanhe aqui ao vivo:

Durante reunião na terça-feira (1º), os senadores afirmaram sua crítica ao país receber o evento que, será realizado entre junho e julho e que pode piorar a terceira onda de Covid-19. Para o relator, Renan Calheiros (MDB-AL), “o episódio é mais um sinal da falta de autonomia do ministro da Saúde”, afirmou.

“Esse episódio da Copa América, em que ele se calou como Ministro da Saúde e preferiu ser ministro do silêncio, demonstrou, de uma outra forma, que a autonomia realmente não existe”, destaca Renan Calheiros (MDB-AL).

No depoimento da médica Luana Araújo foi citado ainda um gabinete que discute medicamentos não indicados para o tratamento da Covid, o ministro da Saúde, Queiroga, será questionado sobre essas medidas que podem ter contribuído para o pior enfrentamento à pandemia.

Para Humberto Costa (PT-PE) e Tasso Jereissati (PSDB-CE), responsáveis por outros requerimentos, o depoimento do ministro foi contraditório, por isso, é necessário mais um para esclarecer novas questões.

“O depoimento foi contraditório em diversos aspectos. Um deles diz respeito à afirmação de que, na gestão dele, não há promoção do uso da hidroxocloriquina para tratamento da covid. Todavia, o ministro, até o presente momento, não revogou a portaria do Ministério da Saúde que prescreve o uso da medicação”, argumentam.

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias

Servir Brasil integra comissão especial para discutir a Reforma Administrativa

Foi instalada nesta quarta-feira (9) a Comissão Especial da Reforma Administrativa - PEC 32/20 que contará com a participação...

Pessoas com 53 a 59 anos ou mais sem comorbidades podem agendar vacinação contra a Covid-19

O Distrito Federal ampliou a faixa etária de vacinação contra a Covid-19. Pessoas a partir de 53 anos sem...

Plantão Covid 19 – acompanhe as principais notícias do Brasil e do mundo sobre o coronavírus [JUNHO]

O SindSaúde-DF reúne abaixo as principais notícias sobre Coronavírus no Brasil e no mundo. Tudo que está sendo dito...
- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img