23.5 C
Brasília
quinta-feira, 20 junho, 2024

Processo do INSS de 1993: SindSaúde intensifica atendimento aos beneficiários

Orientação é para que os filiados interessados entrem em contato com o Sindicato o mais rapidamente possível

Saiba Mais

O Grupo de Trabalho formado pelo SindSaúde para atender aos beneficiários do Processo do INSS de 1993 reforça o chamado a todos que têm valores a receber. Mais de 11 mil servidores tiveram o seu direito reconhecido, após 30 anos de batalhas judiciais. Agora, para o efetivo recebimento, é necessário seguir alguns trâmites. Por isso é fundamental que cada beneficiado entre em contato com o Sindicato para as devidas orientações.

Entre as recomendações do SindSaúde, está a individualização das ações de execução de sentença. Ao manifestar essa intenção formalmente, o beneficiário reduz o tempo de espera para ser inscrito na lista de Requisição de Pequeno Valor (RPV) ou de precatórios do GDF. Isso vale tanto para o titular da ação quanto para os herdeiros. Nos casos referentes a servidores com idade igual ou superior a 60 anos, bem como portadores de doenças graves, o pagamento antecipado de até 50 salários mínimos tende a ser ainda mais célere.

Cabe reforçar que não é necessário efetuar qualquer pagamento referente ao processo coletivo do INSS. Isso porque todas as informações são fornecidas exclusivamente pelo SindSaúde, a única entidade com representação legal neste processo. Para ser informado sobre os detalhes ou agendar o atendimento presencial, basta entrar em contato pelo WhatsApp exclusivo, clicando neste link, ou por meio do seguinte QRCode:

Até o momento, 372 interessados já solicitaram, por meio do SindSaúde, a individualização da ação de cumprimento da sentença coletiva. O Grupo de Trabalho do Sindicato iniciou o atendimento exclusivo aos beneficiários no dia 11 de setembro de 2023. As orientações levam em conta as particularidades de cada caso.

Entenda o processo

A ação movida pelo SindSaúde contra o Distrito Federal é de 1993 e já teve decisão final da Justiça. A Justiça definiu que 11.419 servidores tiveram descontos indevidos de INSS nos contracheques, e que esses valores devem ser devolvidos.

Nesse processo, o SindSaúde reivindicou o ressarcimento dos descontos indevidos – acima da previsão legal – nos contracheques dos servidores, no período de 1992 a 1999, a título de seguridade social (INSS).

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias

Servidores do Gama recebem diretores do SindSaúde e esclarecem dúvidas sobre perdas Salariais

Nessa  quinta-feira (20), os servidores do Hospital Regional do Gama (HRG) participaram de uma assembleia regional organizada pelo SindSaúde....

Servidores do HMIB participam da assembleia regional organizada pelo SindSaúde

Na manhã desta terça-feira (18), os servidores da saúde do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) participaram da assembleia...

Servidores do Hospital Regional de Sobradinho se reúnem com diretores do SindSaúde para cobrar recomposição salarial

Na manhã desta quinta-feira (13), dezenas de servidores do Hospital Regional de Sobradinho (HRS) participaram da assembleia com os...
- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img