Campanha de vacinação pretende atingir 200 mil pessoas

Campanha de vacinação pretende atingir 200 mil pessoas

15/05/2017 - 09:36 // Por SindSaúde DF // Na Mídia

Dia de tomar a vacina trivalente no DF: proteção contra três tipos de vírus

Eneida Fernandes Bernardo, 61 anos, chegou pedalando ao Centro de Saúde N° 12, situado entre as quadras 208 e 408 Norte. "Parece que, hoje, é só contra a gripe", confirmou. Por ocasião da campanha Dia D de Mobilização Nacional de Vacinação Contra a Influenza, os brasilienses compareceram, neste sábado (13/05), aos postos de saúde da capital em busca da vacina trivalente, que protege contra três subtipos do vírus da gripe: Influenza A, Influenza B e H1N1 e H3N2.

Eneida integra o grupo de 200 mil pessoas consideradas público-alvo pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal. "Eu já sabia desse posto, porque moro aqui perto. Agora vou voltar pedalando para casa", disse, depois de deixar a sala de aplicação da vacina, ainda pela manhã. O cuidado com a saúde é preocupação constante dela. "Eu estava jogando futevôlei, mas parei, porque machuquei o joelho. Agora, estou fazendo natação e pilates", acrescentou.

Em vias de completar 80 anos, Hildebrando Queiroz contou que ficou sabendo da campanha nacional de vacinação por ser assinante do Correio. Na saída do posto de saúde, quando parou para conversar com a reportagem, ele ainda pressionava o algodão protetor contra o braço no qual fora aplicada a dose da trivalente. "Acabei de tomar essa contra a gripe, a H1N1", contou. Curado de um câncer na próstata, Hildebrando mantém-se alerta. "Tenho uma saúde compatível com uma pessoa de 80 anos."

A imunização de sábado, contudo, atraiu pessoas de diferentes idades. A estudante de biotecnologia Isadora Cirino, 18 anos, acabou de ser aprovada no vestibular da Universidade de Brasília (UnB). "Eu faço parte de um trabalho voluntário e todo mundo que participa tem que se vacinar", explicou. Como parte da iniciativa, a estudante frequenta hospitais do DF para proporcionar conforto a pacientes. Ela saiu do posto de saúde direto para o serviço voluntário do qual faz parte. A Secretaria de Saúde preparou 143 salas com o objetivo de disponibilizar a vacina trivalente aos habitantes do DF. O atendimento começou às 8h e está previsto para se encerrar às 17h.

Fonte: Correio Braziliense

Veja também:

Na Mídia Nem crianças escapam ao ódio de Rollemberg, amante da terceirização O caos que a saúde pública vive hoje no Distrito Federal não é apenas em...
Na Mídia Paciente oncológico é liberado no IHBDF por falta de aparelho para cirurgia Cinthia Gomes foi internada, mas equipamento do Instituto Hospital de Base está quebrado e ela...
Na Mídia Investimentos na saúde têm queda acentuada na gestão Rollemberg Nos três primeiros anos de governo, aplicações em obras, reformas e equipamentos caíram 51,36% em...
Na Mídia A Via-crúcis dos pacientes do DF que têm câncer *Coluna veiculada no site Metrópoles.A rede pública de saúde do Distrito Federal já foi referência...