24.5 C
Brasília
segunda-feira, 19 abril, 2021

COVID-19: Cenário atual da pandemia no Brasil e no DF

Número de casos não para de subir, um ano após o início da pandemia, país beira o colapso do Sistema de Saúde

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

O número de casos e óbitos do novo coronavírus no Brasil continua em alta. Após um ano da chegada do vírus, o país vive seu pior momento na pandemia, sendo fevereiro de 2021 o mês com mais óbitos – 8.244 vidas perdidas entre os dias 21 e 26 de fevereiro.

A primeira notificação de um caso foi registrada, em 26 de fevereiro de 2020, em um ano, foram confirmados 10.139.148 casos e 245.977 óbitos por Covid-19 no Brasil. As festas de final de ano pioraram a situação e a conta chegou. O dia com a maior quantidade de casos confirmados desde o início da pandemia foi em 7 de janeiro de 2021, quase 90 mil novos infectados e mais de 1.500 mortos em um só dia.

Casos no BRASIL

Segundo o Ministério da Saúde, só em 2021, 33.453 trabalhadores da área da saúde já foram infectados pelo novo coronavírus, destes, 73 foram a óbito por Covid-19, além de 6 casos em investigação e 3 não especificados. (Boletim Epidemiológico Especial (BEE), edição nº 51, apresenta análise referente à Semana Epidemiológica 7 (14 a 20/02) de 2021. 

Situação no DF

Segundo a Secretaria de Saúde do DF, desde o início da pandemia, no boletim epidemiológico, edição nº 364, no dia 1º de março, 8.573 profissionais de saúde foram infectados pelo novo coronavírus e 47 óbitos confirmados por COVID-19, incluindo trabalhadores da rede particular e pública de saúde. No DF, 94,01% dos leitos de UTI públicas estão ocupadas.

A situação é crítica na capital federal, o avanço da pandemia tem ameaçado fortemente o sistema de saúde. As taxas de ocupação dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI), disponíveis para pacientes com a doença chegou próximo a quase 97% e 87%, respectivamente, na última semana. As vagas liberadas são ocupadas em menos de 24 horas.

De acordo com o governador Ibaneis Rocha, “o objetivo é contar, ao todo, com mais 100 leitos até o fim da semana, na próxima semana mais 50 serão mobilizados”. Ao todo no DF, 138.270 pessoas receberam a primeira dose da vacina e 49.251 receberam a segunda dose até segunda-feira (1º).

Manifestações contra lockdown

Em frente à casa do Ibaneis Rocha, no domingo (28/02), um grupo de empresários e comerciantes realizou um ato contra o lockdown. Os manifestantes exibiram cartazes com as falas: “não suportamos outro lockdown”, “governador, o comércio sangra”, “a fome e o desemprego também matam” e manifestaram gritos como “cadê o dinheiro?”. Apesar das orientações sanitárias contra a disseminação do novo coronavírus, os manifestantes estavam aglomerados e muitos não usavam corretamente a máscara de proteção.

- Advertisement -

Últimas Notícias

Jurídico do SindSaúde vence em processos de danos morais e para limitar desconto de empréstimo

O Jurídico do SindSaúde conseguiu deferir o pedido de tutela provisória de urgência que determina o Banco de Brasília...

Hospitais Sírio Libanês e DF Star começam a atender o plano GDF Saúde

Os hospitais Sírio Libanês e DF Star abriram atendimento a partir desta semana, para atender os beneficiários do GDF...

Plantão Covid 19 – acompanhe as principais notícias do Brasil e do mundo sobre o coronavírus [ABRIL]

O SindSaúde-DF reúne abaixo as principais notícias sobre Coronavírus no Brasil e no mundo. Tudo que está sendo dito...
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??