21.6 C
Brasília
quinta-feira, 6 agosto, 2020

Brasil já perdeu 163 profissionais de saúde por COVID-19

De acordo com dados do Ministério da Saúde, mais de 180 mil trabalhadores da área da saúde já foram infectados

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Os profissionais de saúde são os principais agentes no combate à pandemia do novo coronavírus. Segundo o Ministério da Saúde, 180.028 trabalhadores da área da saúde já foram infectados pelo novo coronavírus, destes, 163 foram a óbito por covid-19, além de 13 casos em investigação e 29 não especificados.

O MS, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/MS), divulga, semanalmente, um Boletim Epidemiológico Especial (BEE), que apresenta um cenário mais detalhado do perfil dos casos e óbitos da COVID-19 no país. Os dados desta matéria são da edição nº 22 do BEE e apresenta a análise referente à Semana Epidemiológica 28 (05 a 11/07) de 2020.

Os profissionais de saúde mais atingidos, segundo o BEE, são os técnicos ou auxiliares de enfermagem que correspondem a mais de 62 mil dos casos confirmados para COVID-19. Os enfermeiros infectados pelo novo coronavírus no Brasil somam 26,5 mil casos. Já os médicos somam 19,8 mil.

Dos 163 óbitos confirmados entre profissionais de saúde no país, 74 técnicos ou auxiliares de enfermagem já perderam a vida para o COVID-19, 34 médicos e 24 enfermeiros. Estes dados também são do BEE/MS.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal, também divulga boletim epidemiológico, o último foi a edição nº 136, no dia 16 de julho, e segundo o documento, 3.062 profissionais de saúde foram infectados pelo o novo coronavírus e 16 óbitos confirmados por COVID-19, incluindo trabalhadores da rede particular e pública de saúde.

Todo este cenário reforça a importância do Governo Federal e os estados investirem em equipamentos de proteção individual (EPIs) para os trabalhadores da área da saúde. “São os mais expostos ao vírus e não podem parar, cada profissional de saúde infectado é menos mão de obra qualificada para atender os inúmeros pacientes que lotam os hospitais de todo o Brasil por causa da pandemia do novo coronavírus”, destaca a presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues.

Ao todo o Brasil já registra, segundo o MS, 2 milhões de casos confirmados do novo coronavírus e 76.688 óbitos por COVID-19. No DF, segundo levantamento da SES desta quinta-feira (16), são 77.620 casos confirmados e 1.037 óbitos, sendo 943 moradores do DF e 94 que moravam em outros estados.

“É muito difícil para uma equipe que perde um companheiro de trabalho para mesma doença que precisa combater diariamente. Ainda mais quando se trata de algo ainda em descobrimento, onde não há cura e nem remédio que sejam comprovadamente eficazes. Cada profissional de saúde que vem a óbito, um pedaço de todos os outros morre junto. O que se espera do Governo Federal é o reforço nos EPIs e em todos os materiais e insumos necessários para o bom trabalho com segurança neste momento”, afirma Marli.

- Advertisement -

Últimas Notícias

Plantão Covid 19 – acompanhe as principais notícias do Brasil e do mundo sobre o coronavírus

O SindSaúde-DF reúne abaixo as principais notícias sobre Coronavírus no Brasil e no mundo. Tudo que está...

Pequenas e microempresas poderão ter dívidas com a União parceladas

Nova lei estende descontos sobre multas, juros e encargos e dá carência para início dos pagamentos de dívidas com a União

Perde validade MP que isentou conta de luz de consumidor de baixa renda

Medida provisória instituiu a isenção por causa da pandemia do novo coronavírus
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??