19.5 C
Brasília
sexta-feira, 20 maio, 2022

Governador Ibaneis assina aumento do auxílio-alimentação para servidores do DF

Reivindicação do SindSaúde, o anúncio foi feito pelas redes sociais do Chefe do Executivo local. O novo benefício será de R$ 640,00

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

O governador Ibaneis Rocha (MDB), publicou nesta quarta-feira (11/5) nas redes sociais que assinou o decreto que aumenta o valor do auxílio-alimentação para todos os servidores do Governo do Distrito Federal. Segundo o chefe do Executivo local, o valor que era de R$ 394,50 passará a R$ 640,00. De acordo com Ibaneis, o reajuste é apara repor perdas inflacionárias desde 2014, quando foi dado o último aumento no valor do auxílio.

Foi publicado em edição extra do Diário Oficial do DF de quarta-feira (11), o Decreto nº 43.309 que atualiza o valor do auxílio-alimentação dos servidores públicos do DF, regidos pela Lei Complementar nº 840, de 23 de dezembro de 2011. Segundo a publicação, os efeitos financeiros passam a contar a partir de 1º de junho de 2022.

Luta do SindSaúde

Reivindicação do SindSaúde desde 2019, quando enviou ofício cobrando um reajuste do auxílio-alimentação pago aos servidores da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. De acordo com o ofício, os servidores do GDF são os que têm o menor auxílio, são R$ 394,50 por mês para alimentação.

Um novo ofício foi enviado em outubro de 2021, ao governador Ibaneis, ao então secretário de Economia, André Clemente, e ao secretário de Saúde, Manoel Pafiadache, cobrando, mais uma vez, o reajuste do valor do auxílio alimentação.

No documento, a presidente Marli Rodrigues justifica a necessidade do aumento do valor do auxílio, que não é atualizado desde 2014, não acompanhando a inflação e o aumento do preço dos gêneros alimentícios. São quase 7 anos sem reajuste, porém, qualquer cidadão sabe o quanto os produtos da cesta básica aumentaram neste período.

Ofícios

Segundo pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Benefício ao Trabalhador (ABBT), o DF é a lugar mais caro do Centro-Oeste para comer fora. De acordo com o estudo, o preço médio por dia, em 2019, de um prato de comida fora de casa no DF é de R$ 37,14.

Após o projeto que reajustou o auxílio-alimentação da Polícia Civil (PCDF) em fevereiro de 2022. O SindSaúde encaminhou ofício ao presidente da CLDF, Rafael Prudente (MDB), para solicitar a isonomia entre todas as categorias e inclusão dos demais servidores no reajuste.

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias

Dia nacional do Técnico e Auxiliar de Enfermagem

É comemorado nesta sexta-feira (20), o Dia Nacional do Técnico e Auxiliar em Enfermagem, dia em que se homenageia...

Secretaria de Saúde realizará Programa Aposente bem

Secretaria de Saúde realizará o Programa Aposente bem, criado em 2019 pela GAPE/ SUGEP da secretaria de saúde, o...

Nota de repúdio ao ataque contra Técnico de enfermagem em Planaltina

O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Brasília (SindSaúde) repudia veementemente o ataque sofrido pelo...
- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img