19.2 C
Brasília
quinta-feira, 9 julho, 2020

REDE DE INTRIGAS CONSPIRA CONTRA A LUTA DOS SERVIDORES

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

O governo mal começou e forças ocultas que vivem do “quanto pior, melhor” se alvoraçam em colocar o SindSaúde em confronto com o atual chefe do Executivo. As mesmas pessoas que se omitiram durante os quatro anos da gestão Rollemberg querem que a presidente do SindSaúde parta para o embate nos primeiros atos e pronunciamento do governador Ibaneis Rocha (MDB). 

Essas manobras toscas de atiçar as redes sociais com pessoas contratadas com a finalidade de plantar discórdias em grupos de servidores não terão êxito, de acordo com a própria presidente. “Estamos mais amadurecidos depois de um longo exílio, onde ficamos por defender sozinhos os servidores de ataques diários. Muitas personalidades só queriam se projetar politicamente com esse quadro de caos”. Ela acrescenta, “faríamos tudo de novo, mas precisamos ter maturidade e serenidade para agir. O governo só está na primeira semana”.

“Vamos solicitar uma reunião com a equipe do novo secretário e do próprio governador para pontuar algumas situações e declarações que consideramos equivocadas. Mas, não partiremos para o confronto em mídias sociais ou pela imprensa. O momento é de diálogo e construção, jamais submissão”, pontua Marli.

“Os servidores sabem com quem podem contar para defendê-los de verdade. Portanto, não cairemos em armadilhas. Faremos a articulação necessária para garantir os nossos direitos e a recomposição salarial dos servidores”. O SindSaúde tranquiliza todos os servidores de que continuará a sua política de defesa intransigente da Saúde Pública e dos trabalhadores da SES. Mas não faremos de nossas lutas um palco político para projeções pessoais. Estamos atentos e sabemos ser diplomáticos e combatentes! Não se deixem usar por essa rede de intrigas que quer apenas destruir o sindicato que sempre defendeu as causas dos servidores.

Torcemos para que esses próximos anos sejam de glória e vamos usar todas as estratégias ao nosso alcance para garantir a tão sonhada paz e valorização. Todos já sabem que podemos ser espinhos, mas agora é preciso mostrar que podemos também ser flores. Depende do cuidado do jardineiro.

Temos consciência de nossa força, no entanto temos também a responsabilidade de conduzir as nossas lutas de forma estratégica para colher os resultados desejados. Nenhuma entidade passou o que passamos. Foram quatro anos de isolamento e muita perseguição aos servidores. Apesar do massacre e do jardineiro incompetente, aramos a terra e fizemos o plantio. Estamos prontos para florescer e colher. 

- Advertisement -

Últimas Notícias

MP abre crédito extraordinário de R$ 348 milhões para Saúde, Educação e Cidadania

Principal destino do dinheiro é o Ministério da Saúde, R$ 332 milhões

Nova lei prioriza profissionais essenciais na realização de testes para Covid

Dezenas de categorias são consideradas essenciais pela lei, entre elas, médicos, policiais, assistentes sociais e dentistas

SindSaúde mantém atendimento online aos sindicalizados

A diretoria do SindSaúde em reunião nesta terça-feira (8), entendeu que ainda não é o momento adequado...
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??