GDF anuncia regularização de pecúnias em 36 parcelas a partir de novembro

GDF anuncia regularização de pecúnias em 36 parcelas a partir de novembro

27/10/2019 - 15:43 // Por SindSaúde DF // Notícias

Segundo informações preliminares, o plano prevê que cerca de 8 mil aposentados vão receber mensalmente o parcelamento do direito

O governador Ibaneis Rocha (MDB) vai assinar na próxima terça-feira (29) um decreto para regulamentar o pagamento das pecúnias dos servidores públicos do DF. As informações iniciais são de que 8 mil aposentados com o direito atrasado vão receber em 36 meses, de acordo com o secretário de Economia, André Clemente.

A primeira parcela, com valor mínimo de R$ 2 mil, já seria depositada no mês de novembro. O impacto financeiro previsto é de R$ 704 milhões nos três anos. Uma média de R$ 19 mihões mensais.

Na Saúde, os últimos aposentados que receberam suas pecúnias, de forma integral, deixaram o serviço público em 10 de outubro de 2016. O pagamento foi feito no último dia 1 de outubro. A partir desta data, nenhum aposentado recebeu ainda. Os pagamentos dos aposentados de 2016 vinham ocorrendo mensalmente, cerca de R$ 4,5 milhões, graças ao diálogo da Diretoria do SindSaúde-DF com o governo do DF desde janeiro.

“Tivemos essa garantia lá no início do ano e aguardamos agora os detalhes desse decreto a ser anunciado para discutir junto a esses aposentados que aguardam seus direitos desde 2016”, afirma a presidente do SindSaúde-DF, Marli Rodrigues.

Linha de crédito

Outro anúncio previsto para a terça-feira é a criação de uma linha especial de crédito no Banco de Brasília (BRB) para os aposentados que precisam receber o valor integral de uma só vez. Em matéria o portal Metrópoles, o secretário Clemente disse que as medidas visam regularizar pendências e a diminuição dessa despesa pública. “As futuras licenças já adotarão os novos critérios da licença-servidor, que acabou com o pagamento em dinheiro”.

Ainda não há detalhes sobre as condições para essa linha de crédito caso o aposentado decida por receber sua pecúnias de forma integral.

De acordo com Clemente, o decreto estabelecerá os parâmetros para o pagamento das licenças-prêmio em atraso e daquelas que já foram adquiridas e não gozadas. Também regulamentará dispositivos da Lei Complementar 952, de 16 de julho de 2019.

A solenidade está agendada para a próxima terça-feira (29), às 10h, no Palácio do Buriti.

 

Veja também:

Notícias Jurídico é vitorioso em ação de servidora no valor de R$ 170 mil Além de processos trabalhistas, advogados do SindSaúde também atuam em todas as outras áreas O Departamento...
Notícias SES faz esquema especial para retirada de remédios nesta semana Devido ao ponto facultativo, pacientes que precisam de medicamentos de alto custo devem ficar atentos...
Notícias SindSaúde cobra melhores condições de trabalho na Região Centro Sul Presidente Marli Rodrigues se reuniu com a superintendente Moema no Guará e levou diversas demandas...
Notícias SES amplia a carga horária de 40 servidores SindSaúde entregou, no início do ano, uma lista de servidores que querem aumentar a jornada...