SindSaúde vence Rollemberg na Justiça

SindSaúde vence Rollemberg na Justiça

22/10/2019 - 20:31 // Por SindSaúde DF // Imagens: Éder Oliveira // Notícias

TJDFT acata recurso do sindicato e nega indenização ao ex-governador

Matéria do Portal Metrópoles, desta terça-feira (22), mostra que os desembargadores da 4ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) negaram, em 2ª instância, ao ex-governador Rodrigo Rollemberg a reparação que exigia do SindSaúde por críticas veiculadas no site do sindicato no período pré-eleitoral de 2018.

LEIA MATÉRIA COMPLETA ABAIXO:

Justiça acatou, nesta terça-feira (22/10/2019), recurso do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços e Saúde do Distrito Federal (SindSaúde), que havia sido condenado, em primeira instância, a indenizar o ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB) em R$ 20 mil. Por unanimidade, os desembargadores da 4ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) negaram reparação ao ex-titular do Palácio do Buriti.

Rollemberg queria indenização em razão de postagens veiculadas no site da instituição em 2018, no período pré-eleitoral, com críticas ao então chefe do Executivo.

Na primeira instância, o SindSaúde foi condenado a excluir postagens em que a imagem do político era associada à do diabo e ao recebimento de propina. As publicações incluíam fotos e textos que, segundo Rollemberg, denegririam sua imagem.

No recurso, contudo, a entidade argumentou que não houve ofensa pessoal ao ex-governador, uma vez que noticiou apenas fatos relacionados à sua atuação pública e que críticas feitas a uma pessoa pública “estariam compreendidas dentro do contexto da liberdade de expressão”.

Na análise do relator, desembargador James Eduardo Oliveira, as matérias contrárias a Rollemberg não extrapolaram os limites dos direitos de informação e de crítica amparados pela Constituição Federal.

 “As veiculações ocorreram no contexto da representatividade sindical do réu e contêm narrativa fática que demonstraria tratamento discriminatório dispensado pelo autor aos servidores da saúde e o desleixo proposital com a própria saúde pública para justificar sua ‘entrega para a rede privada’”, destacou o magistrado.

De acordo com o desembargador, as publicações “exprimem manifestação de pensamento e atividade informativa que não podem ser consideradas ilícitas, ainda que desprovidas de embasamento técnico ou de imparcialidade”.

De acordo com Oliveira, embora tenha reconhecido “críticas acesas à performance política e administrativa do ex-governador”, as matérias publicadas no contexto de atuação do sindicato não configuram ato ilícito passível da indenização pretendida.

O que dizem os envolvidos

A presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues, recebeu “com tranquilidade” a sentença da 4ª Turma Cível do TJDFT. “O governador Rollemberg sempre teve dificuldades em lidar com críticas”, disse a sindicalista.

O ex-governador Rodrigo Rollemberg também foi acionado pela coluna, mas não havia se manifestado até a última atualização desta reportagem. O espaço continua aberto para posicionamentos. (Com informações do TJDFT)

Fonte: https://www.metropoles.com/colunas-blogs/janela-indiscreta/tjdft-acata-recurso-de-sindicato-e-nega-indenizacao-a-rollemberg

Veja também:

Notícias Jurídico é vitorioso em ação de servidora no valor de R$ 170 mil Além de processos trabalhistas, advogados do SindSaúde também atuam em todas as outras áreas O Departamento...
Notícias SES faz esquema especial para retirada de remédios nesta semana Devido ao ponto facultativo, pacientes que precisam de medicamentos de alto custo devem ficar atentos...
Notícias SindSaúde cobra melhores condições de trabalho na Região Centro Sul Presidente Marli Rodrigues se reuniu com a superintendente Moema no Guará e levou diversas demandas...
Notícias SES amplia a carga horária de 40 servidores SindSaúde entregou, no início do ano, uma lista de servidores que querem aumentar a jornada...