Sindicalizada receberá cerca de R$ 40 mil em correções sobre pecúnias de R$ 234 mil

Sindicalizada receberá cerca de R$ 40 mil em correções sobre pecúnias de R$ 234 mil

13/03/2019 - 16:15 // Por SindSaúde DF // Imagens: Eder Oliveira // Notícias

GDF foi condenado por pagar com 10 meses de atraso o valor sem o ajuste devido

A Justiça determinou ao Governo do Distrito Federal o pagamento de cerca de R$ 40 mil a servidora sindicalizada ao SindSaúde por erro no pagamento de valor devido após aposentadoria. 

A servidora terá direito ao pagamento de juros e correção referentes a 14 meses de licença-prêmio convertida em pecúnia. Ela se aposentou em setembro de 2015 e só recebeu em julho de 2016. Na ocasião, o GDF pagou R$ 234 mil de pecúnias, mas não corrigiu o valor que foi depositado com 10 meses de atraso. 

De acordo com a juíza Carmen Bittencourt, o índice a ser utilizado para a correção monetária deve ser o IPCA-E, desde quando a parcela deveria ter sido paga – ou seja, desde 25 de setembro de 2015.

O Departamento Jurídico do SindSaúde atende demandas dos sindicalizados e seus dependentes.

 

Atendimento do Departamento Jurídico para sindicalizados:

De segunda à sexta-feira

Horário: 9h às 17h

Telefones: (61) 4063-9077 ou (61) 3225-6579

WhatsApp Jurídico (informações de ações coletivas, agendamentos e dúvidas procedimentais): (61) 99314-3952

JURÍDICO SINDSAÚDE

Veja também:

Notícias Jurídico é vitorioso em ação de servidora no valor de R$ 170 mil Além de processos trabalhistas, advogados do SindSaúde também atuam em todas as outras áreas O Departamento...
Notícias SES faz esquema especial para retirada de remédios nesta semana Devido ao ponto facultativo, pacientes que precisam de medicamentos de alto custo devem ficar atentos...
Notícias SindSaúde cobra melhores condições de trabalho na Região Centro Sul Presidente Marli Rodrigues se reuniu com a superintendente Moema no Guará e levou diversas demandas...
Notícias SES amplia a carga horária de 40 servidores SindSaúde entregou, no início do ano, uma lista de servidores que querem aumentar a jornada...