24.5 C
Brasília
quinta-feira, 18 julho, 2024

Servidores da saúde com perda salarial: SindSaúde convoca assembleia geral

SindSaúde convoca todos os profissionais da categoria para participarem da primeira assembleia geral no próximo dia 21 de maio, terça-feira, às 10h, no Clube da Saúde

Saiba Mais

A crise salarial enfrentada pelos servidores da saúde no Distrito Federal atingiu níveis alarmantes, com mais de sete anos sem qualquer reajuste significativo. De acordo com um estudo conduzido pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – Dieese, a pedido do SindSaúde, as perdas salariais acumuladas chegam a um preocupante índice de 35,75%. Essa realidade não apenas compromete o sustento desses profissionais dedicados, mas também afeta diretamente a qualidade dos serviços de saúde prestados à população.

É imperativo que medidas urgentes sejam adotadas para reverter essa situação alarmante. Diante disso, o SindSaúde convoca todos os profissionais da categoria para participarem da primeira assembleia geral no próximo dia 21 de maio, terça-feira, às 10h, no Clube da Saúde, onde será discutida, por lideranças e pensadores, as táticas que serão usadas durante o movimento. Este é o momento de unirmos forças e reivindicarmos os direitos que nos foram subtraídos.

Ao longo dos anos, os servidores da saúde do GDF têm enfrentado inúmeras dificuldades, desde sobrecarga de trabalho até a precarização dos insumos necessários para o exercício de suas funções. Jornadas excessivas tornaram-se a norma, enquanto as condições de trabalho continuam a se deteriorar sem que medidas efetivas sejam tomadas para remediar a situação. Além disso, direitos conquistados foram gradativamente erodidos, como é o caso da Gratificação de Titulação (GTIT), que está sendo retirada dos servidores.

A ausência de concursos públicos e a falta de convocação dos aprovados apenas agravam a situação, deixando muitos profissionais sem perspectivas de progresso na carreira. Enquanto isso, aqueles que já estão no serviço enfrentam condições de trabalho que colocam em risco sua saúde física e mental, sem o suporte necessário por parte da Secretaria de Saúde.

É chegada a hora de nos mobilizarmos e reivindicarmos o que é nosso por direito. O SindSaúde está à frente dessa batalha, como sempre esteve, para representar os interesses da categoria. No entanto, é fundamental que a participação dos servidores e da sociedade como um todo seja maciça nessa luta. Devemos reconhecer e valorizar aqueles que dedicam suas vidas ao cuidado da saúde da população.

Junte-se a nós na busca por justiça e dignidade para os profissionais da saúde do Distrito Federal. Juntos, podemos fazer a diferença e garantir que esses trabalhadores sejam devidamente reconhecidos e valorizados pelo seu importante papel na sociedade.

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias

GDF INSTITUI AUXÍLIO ODONTOLÓGICO PARA SERVIDORES PÚBLICOS

Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta terça-feira (16/7), a Lei N° 7.524 que estabelece o...

A valorização é para todos os AOSDs,” Afirma o conselheiro do TCDF Manoel de Andrade”

Na tarde desta quinta-feira, 11, a presidente do Sindsaúde, Marli Rodrigues, acompanhada dos diretores Laura Batista e Rodrigo Conde,...

SINDSAÚDE no STF em defesa da GAPS

A Carreira de Gestão e Assistência Pública à Saúde do Distrito Federal-GAPS, responsável pela modernização da carreira e fruto...
- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img