18.4 C
Brasília
sexta-feira, 25 setembro, 2020

Saúde prorroga em 15 dias os pedidos de remoção de unidades do IGESDF

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Solicitação pode ser feita pela internet até o dia 23 de maio

Servidores públicos lotados nas unidades do Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal (IGESDF) terão um prazo maior para solicitar, caso queiram, a remoção dos locais onde trabalham. Uma portaria da Secretaria de Saúde prorrogou a data limite da solicitação para 23 de maio. Outro documento da SES fixava esta quinta-feira (9) como prazo final.

Compõe o IGESDF, o Hospital de Base, o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), além das seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Os locais são gerenciados por meio de um serviço social autônomo, desde que a Câmara Legislativa do DF aprovou o modelo de gestão.

Contudo, segundo a Subsecretaria de Gestão de Pessoas (Sugep), alguns setores do HRSM – Diretoria Administrativa, DIRAPS e DIRASE, com exceção da POLICLINICA, CEO e GSAS 2 – não estão vinculados ao Instituto, pois são subordinados à Superintendência da Região Sul. Ou seja, trabalhadores que atuam nesses locais não devem solicitar a remoção ou permanência.

Regras
O trabalhador poderá escolher até três unidades diferentes, podendo optar pelas superintendências regionais de Saúde, Unidades de Referência Distrital (URDs), subsecretarias de Saúde ou outras unidades da administração central, com exceção do SAMU.

A manifestação deve ser feita no site www.sigs.saude.df.gov.br, em computador instalado na rede da SES, com os mesmos dados de acesso ao sistema Windows. Quem estiver afastado, de licença ou de férias deverá efetuar o pedido por meio de um processo no Sistema Eletrônico de Informações (SEI) após o retorno ao posto de trabalho.

As remoções seguirão critérios como redução do pagamento de horas extras e custos com remuneração e necessidade de mais mão de obra em outras unidades de saúde.

Segundo portaria do Diário Oficial do DF, publicada em 9 de abril, as novas lotações serão efetuadas gradativamente em até 150 dias após a assinatura do contrato de gestão entre a Secretaria de Saúde e o IGESDF. Quem não cumprir o prazo de solicitação, perderá a prioridade na remoção.

A subsecretária de Gestão de Pessoas, Silene Quitéria, ressalta que todos “devem se manifestar se desejam permanecer ou sair do IGESDF”. Segundo ela, “aqueles que não fizerem nenhum tipo de manifestação, ou para ficar, ou para sair, serão considerados como cedidos ao Instituto”.

- Advertisement -

Últimas Notícias

Plantão Covid 19 – acompanhe as principais notícias do Brasil e do mundo sobre o coronavírus

O SindSaúde-DF reúne abaixo as principais notícias sobre Coronavírus no Brasil e no mundo. Tudo que está...

Nova lei altera recolhimento do ISS para município onde serviço é prestado

Texto sancionado apresenta regras para recolhimento dos Impostos sobre Serviços

Mais 172 equipes de Saúde da Família do DF são reconhecidas pelo MS

As equipes Estratégia Saúde da Família (ESF) estão distribuídas nas 172 unidades básicas de saúde do Distrito...
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??