25.3 C
Brasília
segunda-feira, 13 julho, 2020

Saúde prepara contratação temporária de 900 profissionais para combater a Covid-19

Cadastro para temporários abrange várias áreas, como médicos, enfermeiros e especialistas

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Um edital para seleção de 900 profissionais temporários para a Secretaria de Saúde será lançado nos próximos dias. Será formado cadastro reserva dos aprovados para atuar no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. A contratação temporária será por um período de até seis meses.

A autorização para realização do processo seletivo simplificado foi publicada, em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) da última quarta-feira (27).

De acordo com a subsecretária de Gestão de Pessoas da Secretaria de Saúde (SUGEP-SES), Silene Almeida, a medida é um reforço temporário no enfrentamento da Covid 19. “Servirá para ajudar no quadro de pessoal neste momento de pandemia como também para os casos necessários de substituição daqueles profissionais afastados temporariamente de suas atividades”, detalha.

O planejamento, segundo a subsecretária, está sendo finalizado. Nele, há previsão de seleção de 140 médicos, 150 enfermeiros, 80 especialistas e, 530 técnicos em saúde. “Assim que toda a parte de instrução processual for finalizada, divulgaremos a data e publicaremos o edital”, acrescenta.

Ela lembra que outras medidas já foram tomadas dentro do planejamento para enfrentamento à Covid 19. “Ampliamos cargas horárias dos servidores nos setores mais críticos, fazemos movimentações provisórias de uma unidade com menor demanda para outras mais sobrecarregadas”, detalha. “Mas essa autorização é fundamental para assegurar um reforço maior e mais seguro das equipes”, completa.

Nomeações

Esta semana o governo também nomeou mais servidores efetivos na Secretaria de Saúde. Aprovados em concurso realizado em 2018, 64 profissionais foram convocados para integrar a comunidade de saúde pública do DF.

Entre as convocações estão 51 médicos e 13 enfermeiros. O novo reforço médico, de acordo com a gestão de pessoas da saúde, será destinado às áreas específicas de pneumologia, ortopedia, traumatologia, pediatria, e ainda para atuação nas unidades de pronto-socorro e UTIs.

Com informações da Agência Brasília

- Advertisement -

Últimas Notícias

806 mil unidades de medicamentos para intubação foram distribuídos aos Estados

Ministério da Saúde passou a comprar e distribuir estes medicamentos para apoiar tratamento de pacientes com Covid-19. Oito tipos de fármacos foram distribuídos

MP abre crédito extraordinário de R$ 348 milhões para Saúde, Educação e Cidadania

Principal destino do dinheiro é o Ministério da Saúde, R$ 332 milhões

Nova lei prioriza profissionais essenciais na realização de testes para Covid

Dezenas de categorias são consideradas essenciais pela lei, entre elas, médicos, policiais, assistentes sociais e dentistas
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??