21.5 C
Brasília
quinta-feira, 25 abril, 2024

HRT: corpo fica mais de 4 horas em Pronto-Socorro e pacientes esperam atendimento amontoados

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Hospital tinha dois técnicos de enfermagem para atender cerca de 60 pacientes neste domingo

Quem passou pelo corredor do Pronto-Socorro do Hospital Regional de Taguatinga (HRT), neste domingo (19), presenciou uma cena assustadora: um corpo de um paciente ficou no local por mais de quatro horas. O cadáver estava coberto apenas por um lençol. De acordo com servidores da unidade, não havia pessoal suficiente para levar o corpo para a Câmara Mortuária (local para onde cadáveres são transferidos dentro da unidade até a liberação).

Os trabalhadores do HRT informaram que havia apenas dois técnicos de enfermagem responsáveis por aproximadamente 60 pacientes. O SindSaúde sempre denunciou o despreparo e a falta de humanidade da atual gestão da Secretaria de Saúde. Uma análise do Ministério Público do DF (MDFT), divulgado na semana passada, corrobora a incompetência da pasta.

WhatsApp Image 2018 08 20 at 09.54.29

Segundo o órgão fiscalizador, até março deste ano, o órgão dispunha R$ 680 milhões para ser usado no Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, foram empenhados apenas R$ 317 milhões, valor 53,4 % menor que o total. O documento do MP afirma que o dinheiro poderia ser usado para serviços assistenciais complementares em saúde, conservação das estruturas físicas, reforma de unidades de atenção especializadas, manutenção de máquinas e equipamentos, aquisição de medicamentos, fornecimento de órteses e próteses, entre outros.

A presidente do SindSaúde-DF, Marli Rodrigues, afirma que a atual gestão do GDF não sabe priorizar o que é de fato essencial para a população. “Enquanto um corpo fica jogado no corredor de um hospital, um flagrante de desrespeito ao paciente, à família e aos servidores que fazem esforço sobre-humano para salvar vidas, mas, às vezes, perdem a batalha, Rollemberg gasta mais de R$ 5 milhões para usar o helicóptero fazendo politicagem”.

 

WhatsApp Image 2018 08 20 at 09.54.31

Para a presidente, o governo classificou diversas atividades da saúde como “desnecessárias” e não promoveu mais concurso para cobrir o déficit de pessoal, como é o caso dos padioleiros (responsáveis pela remoção e locomoção dos pacientes nas macas). “Com isso, a Enfermagem fica sobrecarregada e precisa priorizar quem está precisando dos cuidados imediatos. Essa situação é desumana com todos e adoece e mata, inclusive quem trabalha com ela!”.

Questionada sobre a quantidade de profissionais na escala do HRT, neste domingo, a Secretaria de Saúde do DF não respondeu até o fechamento desta reportagem.

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias

Estudo do SindSaúde revela perda salarial de 37,8% para os servidores da saúde, gerando revolta e mobilização

Ser aprovado em um rigoroso concurso público, atravessando diversas etapas em busca da tão almejada estabilidade e segurança na...

Mais servidores recebem pagamentos por direitos garantidos, quase 15 mil reais pagos

O departamento jurídico do SindSaúde continua a lutar incansavelmente pelos direitos dos servidores, resultando em pagamentos semanais para dezenas...

A ponta do Iceberg da triste realidade da saúde pública do Distrito Federal

A face visível do problema da saúde pública no Distrito Federal revela-se através de um cenário alarmante: metade das...
- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img