25.5 C
Brasília
quinta-feira, 23 maio, 2024

Delegados IGES-DF e representantes do SindSaúde-DF buscam avançar nas pautas apresentadas pelos trabalhadores  

Saiba Mais

Na tarde da última terça-feira (11), o diretor do SindSaúde-DF, Marcos Rogério, juntamente com os delegados do IGES-DF, se reuniram com a representante do Instituto, Iraci Couto para discutir os acordos coletivos apresentados pelos trabalhadores. Duas questões emergiram como necessitando de ação imediata, uma vez que violam os direitos dos trabalhadores, garantidos por lei.

A primeira questão envolve a isonomia salarial entre os trabalhadores administrativos de nível médio, que desempenham funções semelhantes de outro nível e têm a mesma carga horária, mas recebem salários diferentes. O grupo solicitou uma mudança imediata com a implementação de um piso salarial único para os servidores que trabalham 40 horas semanais.

Outra preocupação importante é o pagamento imediato de insalubridade para os motoristas, um direito garantido por lei, devido ao transporte de materiais com riscos biológicos. A diretoria do IGES-DF comprometeu-se a dar prioridade a essas questões.

Além disso, durante a reunião, foram abordados os seguintes pontos:

1. Aumento salarial de 18%: A categoria solicitou que o aumento concedido pelo Governo do Distrito Federal (GDF) a seus servidores em três parcelas (2023, 2024 e 2025) também seja estendido aos trabalhadores do IGES-DF.

2. Vale Alimentação: Foi proposta a implementação de um vale alimentação para os trabalhadores do IGES-DF que ainda não o recebem, com valores proporcionais à carga horária.

3. Anuênio: Sugere-se a introdução de um aumento de 1% no salário a cada ano, como gratificação, para tornar o IGES-DF mais atrativo para profissionais qualificados.

4. Plano de Saúde: Foi proposto um plano de saúde compartilhado, em que o IGES-DF subsidiaria parte da mensalidade, tornando-o acessível aos trabalhadores.

5. Pagamento de insalubridade para trabalhadores administrativos em áreas de contaminação e risco: Embora previsto no ACT 2022/2023, o pagamento de adicional de insalubridade não está sendo cumprido, o que requer ação imediata da direção do IGES-DF.

6. Equiparação salarial dos motoristas aos condutores temporários da SES.

A categoria aguarda uma resposta imediata da direção do IGES-DF e permanece disposta a discutir essas e outras questões relacionadas à melhoria das condições de trabalho. Juntos, buscaremos avançar.

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias

Jurídico do Sindsaúde ganha quase 10 mil reais em causas para filiados

O departamento jurídico do SindSaúde obteve sucesso na Justiça em quatro ações de filiados na última semana, totalizando quase...

Departamento jurídico do Sindsaúde tem conquistado vitória em processos de pagamento dos precatórios para servidores com mais de 60 anos

Os advogados do Sindsaúde têm obtido sucesso consistente em processos de pagamento de precatórios para servidores da saúde com...

Servidores da saúde empenham-se na luta por recomposição salarial

No Clube da Saúde, nessa terça-feira, uma assembleia geral convocada pelo SindSaúde reuniu uma força-tarefa determinada pelos servidores da...
- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img