Servidores de Santa Maria esclarecem dúvidas com presidente do Instituto de Gestão

Servidores de Santa Maria esclarecem dúvidas com presidente do Instituto de Gestão

11/02/2019 - 18:32 // Por SindSaúde DF // Imagens: Peter Neylon // Notícias

Direção do SindSaúde reafirmou o compromisso de intermediar diálogo dos servidores com o governo 

O presidente do Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal (Iges-DF), Francisco Araújo, e sua equipe se reuniram com os servidores do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), na tarde desta segunda-feira (11), para esclarecer dúvidas sobre a implementação da gestão no modelo de Serviço Social, como ocorreu no Hospital de Base. 

A maior preocupação dos servidores da unidade, que lotaram o auditório, está na ocorrência de remoções compulsórias, a exemplo do que ocorreu no Base, na gestão anterior.

O presidente respondeu aos questionamentos e pediu tranquilidade: “Não é uma organização social. É serviço social autônomo. Não vamos remover servidores e vamos atender aos pedidos de remoção com a garantia de reposição e dentro da necessidade da unidade. Nenhum dos senhores será retirado nos postos de trabalho. Nenhum dos senhores irá perder o espaço que têm aqui”, afirmou Francisco.

Sobre a contratação de profissionais celetistas, o presidente do Iges-DF informou que a contratação só ocorrerá quando esgotadas as possibilidade de preencher os quadros com um servidores de carreira. 

O subsecretário, Sérgio Costa, e o superintendente de Desenvolvimento de Pessoas, Fabiano Santos, reforçaram que os servidores não serão prejudicados. “Nosso papel aqui é dar suporte para vocês. Não vamos ferir o direito de nenhum servidor”, afirmou Fabiano. Sérgio afirmou ainda que em breve um cronograma será divulgado para que os servidores interessados peçam remoção. 

O diretor do SindSaúde-DF, Rodrigo Conde, participou da reunião e informou aos gestores que o sindicato também participará ativamente desse momento de transição. “Estivemos aqui ouvindo os servidores nas últimas semanas. Na gestão passada, fomos desrespeitados. Eles foram até o Base e prometeram muita coisa que não foi cumprida. Queremos que esses compromissos de hoje se consolidem e vamos cobrar”,  afirmou. 

40 horas 

O presidente Francisco Araújo também confirmou que os servidores do HRSM interessados em ampliar a carga horária poderão abrir processo para tal, de acordo com a necessidade de cada área do hospital.

Também foi informado que ainda esta semana devem ocorrer as nomeações para completar o quadro de gestão da unidade, com os coordenadores, gerentes e supervisores. 

Estatuto 

Um dos servidores de Santa Maria sugeriu que seja criada uma comissão dos trabalhadores e que pelo menos um representante do grupo participe das reuniões da nova gestão para as alterações do estatuto do atual instituto. Francisco Araújo concordou com a sugestão e informou os próximos passos. 

“Estamos no momento de alteração do estatuto e regimento interno. Em seguida, os documentos serão entregues aqui na Direção para apreciação dos senhores. Ouvidas as sugestões e feitas alterações necessárias, o estatuto segue para aprovação no conselho do IGESDF. Ainda temos essas etapas do processo, mas será muito breve”.

Para finalizar, o novo gestor pediu um voto de confiança para os profissionais. “Não somos loucos de começar uma relação com briga. Queremos uma relação de confiança”, finalizou.

Veja também:

Notícias ATENÇÃO: Saiba como funcionarão unidades de saúde no feriado com ponto facultativo Apenas Emergências, UPAs e Samu funcionarão em horário integral Durante o feriado da Semana Santa, a...
Notícias SES publica normas para servidores que trabalham em unidades de saúde Em publicação no Diário Oficial, a pasta define como o funcionário deve atender o público...
Notícias SindSaúde flagra falta de estrutura em UBS de Ceilândia. Veja fotos: Assédio, falta de condições de trabalho e muito improviso para atender a população do Sol...
Notícias SindSaúde constata assédio moral grave na UBS nº 1, em Ceilândia Gestão tentou impedir entrada da presidente para fiscalizar situação na unidade A presidente do SindSaúde, Marli...