UPA do Recanto: servidores recebem presidente do SindSaúde para falar sobre mudanças

UPA do Recanto: servidores recebem presidente do SindSaúde para falar sobre mudanças

04/02/2019 - 16:24 // Por SindSaúde DF // Imagens: Eder Oliveira // Notícias

Apesar de deficit de pessoal, servidores mantém trabalho de alta qualidade. Profissionais aguardam ampliação de carga para 40 horas 

A presidente do SindSaúde-DF, Marli Rodrigues, foi recebida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Recanto das Emas, na manhã desta segunda-feira (4), para conversar com servidores.

A sindicalista levou aos trabalhadores da unidade todas as informações sobre o diálogo do SindSaúde com o GDF em defesa da categoria. 

“Vamos garantir que nenhum servidor seja prejudicado com a mudança da gestão e a chegada do Instituto de Gestão Estratégica”, afirmou Marli.

Os servidores aguardam, unidos, a nova gestão da UPA. Eles já providenciaram um relatório a ser entregue ao IGESDF e o SindSaúde teve acesso a parte das informações que serão apresentadas. Segundo as equipes, há déficit de profissionais e, com  grande demanda, hoje a UPA atende acima de sua capacidade. São 189 servidores lotados no local e a necessidade é de 292. Quem trabalha na unidade aguarda agora a ampliação de carga horária para 40 horas para parte da equipe.

“O Recanto das Emas não tem hospital e então o atendimento aqui fica superlotado. É preciso que a nova gestão observe isso. Hoje ouvimos aqui elogios por parte de muitos usuários, o prédio está muito bem conservado e observamos uma equipe unida no único objetivo de atender bem os pacientes. Isso precisa ser valorizado e melhorado com a chegada de novos servidores”, lembra Marli.

Na unidade, a direção do sindicato pode observar que a futura gestão vai aprender muito com os profissionais que lá estão.  Mesmo com a falta de pessoal e de materiais básicos para os atendimentos, a equipe mantém o atendimento de excelência. 

Proposta

As UPAs prestam o primeiro atendimento aos casos emergenciais, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial, definindo, em todos os casos, a necessidade ou não de encaminhamento a serviços hospitalares de maior complexidade.

Em 24 de janeiro, a Câmara Legislativa aprovou o projeto de lei do Executivo que amplia o modelo de Instituto ao Hospital Regional de Santa Maria e às seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do DF. Na quinta-feira (31), o governador Ibaneis Rocha (MDB) sancionou a lei. A Ampliação do modelo deve começar pelo Hospital de Santa Maria até o dia 10 de fevereiro.

 

UPAs no DF:

Ceilândia

Endereço: QNN 27, Área Especial D – Ceilândia Norte

Telefone: (61) 3373-1703

 

Núcleo Bandeirante

Endereço: DF-075, KM 180, Área Especial – EPNB

Telefone: (61) 3386-0447

 

Recanto das Emas

Endereço: quadra 400/600 – Área Especial

Telefone: (61) 3434-6890

 

Samambaia

Endereço: QS 107, conj. 4 – Área Especial

Telefone: (61) 3459-3282

 

São Sebastião

Endereço: quadra 102, conj. 1

Telefone: (61) 3335-7664

 

Sobradinho

Endereço: DF-420, em frente à AR-13, próximo ao COER

Telefone: (61) 3485-6139

Veja também:

Notícias ATENÇÃO: Saiba como funcionarão unidades de saúde no feriado com ponto facultativo Apenas Emergências, UPAs e Samu funcionarão em horário integral Durante o feriado da Semana Santa, a...
Notícias SES publica normas para servidores que trabalham em unidades de saúde Em publicação no Diário Oficial, a pasta define como o funcionário deve atender o público...
Notícias SindSaúde flagra falta de estrutura em UBS de Ceilândia. Veja fotos: Assédio, falta de condições de trabalho e muito improviso para atender a população do Sol...
Notícias SindSaúde constata assédio moral grave na UBS nº 1, em Ceilândia Gestão tentou impedir entrada da presidente para fiscalizar situação na unidade A presidente do SindSaúde, Marli...