19.2 C
Brasília
quinta-feira, 9 julho, 2020

40 horas no alvo do carrasco do servidor da Saúde

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Aos 45 do segundo tempo, Rollemberg quer mudar a regra do jogo

Que o governador Rodrigo Rollemberg não gosta dos servidores, isso não é segredo para ninguém. Mas fazer tudo para atrapalhar a vida da categoria, aí já demonstra o lado carrasco. Não basta que os servidores atuem em condições desumanas, é preciso pisotear ainda mais.

A novidade é a tentativa de tirar as 40 horas de parte dos servidores, direito adquirido pela categoria. Uma minuta do GDF prevê alteração do decreto de 2004 que autoriza a opção pelo regime de 40 horas semanais trabalhadas.

Com isso, o governador e sua turma buscam para eles a decisão sobre o direito que foi conquistado com muita luta pelos profissionais da saúde.

Pé no freio, governador!!!

Não é tão simples assim. Não vamos baixar a cabeça diante de tamanha crueldade com a categoria.

Hoje, com carga horária ampliada, a retratação só pode ser feita a pedido do próprio servidor ou mediante processo administrativo (PAD) que configure motivação. Com essa minuta do GDF, a retratação poderá ser feita de ofício, desrespeitando os trâmites regentes.

Outra mudança é que a ampliação de carga horária decorrente da nomeação em cargo comissionado será temporária e só terá vigência enquanto houver a nomeação. Em resumo, qualquer concessão ou retratação poderá ser feita de ofício em qualquer tempo. Os servidores estarão nas mãos das chefias e da Secretaria de Saúde.

 

A minuta também tenta coibir servidores de tirarem atestados e licenças, já que nesses casos passam a ter retirados os valores referentes á complementação, retornando à carga originária (20h).

Nós, servidores, seremos alvos fáceis de perseguição, prática que esse governo adora.

À categoria só posso dizer que nossa luta não tem descanso. Estamos de olho nas práticas insanas desse governo, principalmente em ano eleitoral.

Marli Rodrigues
SindSaúde

- Advertisement -

Últimas Notícias

MP abre crédito extraordinário de R$ 348 milhões para Saúde, Educação e Cidadania

Principal destino do dinheiro é o Ministério da Saúde, R$ 332 milhões

Nova lei prioriza profissionais essenciais na realização de testes para Covid

Dezenas de categorias são consideradas essenciais pela lei, entre elas, médicos, policiais, assistentes sociais e dentistas

SindSaúde mantém atendimento online aos sindicalizados

A diretoria do SindSaúde em reunião nesta terça-feira (8), entendeu que ainda não é o momento adequado...
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??