21.6 C
Brasília
segunda-feira, 19 abril, 2021

SES atende SindSaúde e vai receber os servidores que querem sair do IGES-DF

Sindicato solicitou que a lotação de escolha dos profissionais seja assegurada pela Pasta

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Após reunião do SindSaúde com o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, a Subsecretaria de Gestão de Pessoas – SUGEP emitiu nova circular, em 4 de março, sobre o retorno dos servidores cedidos ao IGES à SES, que orienta que a Pasta tramitará apenas os processos iniciados pelos próprios servidores ou nos quais tenha a concordância do mesmo.

Em meio à decisão do IGES em “devolver” os servidores da SES que estão cedidos ao Instituto, causando alvoroço e insegurança aos profissionais, o SindSaúde se reuniu com Osnei Okumoto solicitando que os retornos fossem feitos apenas para os trabalhadores que queiram sair das unidades gerenciadas pelo IGES.

Foi ainda sugerido que fosse suspenso o atual processo e que a SES, juntamente com o IGES, reabrisse o formulário para que os servidores que desejarem retornar à SES e, ainda, não o fizeram, pudessem realizar o processo.

“Em meio à insegurança e das constantes ondas de “fica-retorna” no IGES, muitos servidores procuraram o SindSaúde para pedir que seja feito um cadastro para quem quer retornar, assegurando a lotação nos locais de preferência”, destaca a Presidente do sindicato, Marli Rodrigues.

No entanto, Marli Rodrigues pondera que, “enquanto houver um servidor estatutário cedido ao IGES, o SindSaúde estará na luta por seus direitos, onde e como for preciso”.

Com o objetivo de possibilitar um processo transparente, o sindicato solicitou, e foi atendido, que somente os servidores que já iniciaram o processo e já pediram para sair sejam retornados. Além de que o cadastro que já foi feito sirva ao seu objetivo de orientar a futura lotação de quem quer voltar à SES.

Para a subsecretária de gestão de pessoas da SES, Silene Almeida, o formulário on-line disponibilizado não tem e nem nunca teve natureza de “aceite” ou termo de adesão ao retorno. “Como foi explicado desde a primeira circular que fizemos, a 05/2021, o formulário é um banco de dados para quem quer retornar.  É um registro da preferência do servidor. Assim, poderemos verificar a antiguidade como requisito para as lotações entre cargos semelhantes”, assinala Silene Almeida.

O SindSaúde continuará atuando fortemente para que nenhum direito seja violado e lembra que as unidades hoje administradas pelo IGES-DF são da SES, “somos os donos da casa e vamos cuidar dela”, finaliza Marli Rodrigues.

- Advertisement -

Últimas Notícias

Jurídico do SindSaúde vence em processos de danos morais e para limitar desconto de empréstimo

O Jurídico do SindSaúde conseguiu deferir o pedido de tutela provisória de urgência que determina o Banco de Brasília...

Hospitais Sírio Libanês e DF Star começam a atender o plano GDF Saúde

Os hospitais Sírio Libanês e DF Star abriram atendimento a partir desta semana, para atender os beneficiários do GDF...

Plantão Covid 19 – acompanhe as principais notícias do Brasil e do mundo sobre o coronavírus [ABRIL]

O SindSaúde-DF reúne abaixo as principais notícias sobre Coronavírus no Brasil e no mundo. Tudo que está sendo dito...
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??