25.5 C
Brasília
segunda-feira, 1 março, 2021

130.547

Servidores cedidos ao Iges-DF vão retornar à SES

Circular dá prazo para servidores da Saúde indicarem para onde preferem ser transferidos

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Atendendo a um despacho do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), de novembro de 2020, os servidores cedidos ao Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) devem retornar à Secretaria de Saúde. Uma circular da Subsecretaria de gestão de Pessoas (SUGEP) orienta que estes servidores indiquem por meio de um formulário on-line, até sexta-feira (26), possíveis lotações de regresso ao órgão.

Importa lembrar, que esta decisão envolve servidores que atuam em todas as unidades geridas pelo Iges-DF, sendo elas: Hospital de Base, Hospital Regional de Santa Maria, Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) e unidades administrativas do Iges-DF.

O documento afirma que os servidores que “atuam em preceptoria ou em unidades ou serviços exclusivos da atenção terciária (HBDF)”, não regressarão à Pasta. Apenas em casos de solicitação do próprio servidor e se houver a disponibilidade de sua especialidade em outra unidade da SES.

Ainda de acordo com a Circular, “a indicação de lotação não assegura que a mesma ocorrerá onde foi solicitado”. Pois segundo a SES, a Pasta vai apurar a carência da população e assim garantir uma melhor assistência. As matrículas mais antigas terão prioridade na concessão da unidade indicada para regresso. Sempre dependendo de sua especialidade.

“Esta relação do Iges-Df com os servidores da SES sempre foi muito desgastante. O mínimo a ser feito, é respeitar a vontade do servidor e o transferir para seu local de interesse. O servidor da Saúde merece este respeito e deve ser ouvido e atendido”, afirma a presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues.

Segundo a subsecretária de Gestão de Pessoas da SES, Silene Almeida, a SUGEP acolherá os servidores no retorno à SES, o que deverá ocorrer de forma gradativa. Porém, a responsabilidade pela confecção da lista de quem vai ou não retornar é do Iges-DF ou do próprio servidor. “Pactuamos receber até 80 (oitenta) servidores por semana. A disponibilização do formulário eletrônico é para que o servidor tenha a oportunidade de indicar possíveis lotações, previamente, para que a SUGEP possa tentar conciliar a necessidade do serviço com a do servidor”, afirma Silene.

“Deste modo, caso o servidor retorne, de fato, a SES poderá fazer a futura lotação, respeitando critérios como antiguidade, competência e perfis técnicos para melhor aproveitamento do profissional”, finaliza.

CLIQUE AQUI e veja o formulário on-line para retorno dos servidores à SES

- Advertisement -

Últimas Notícias

É preciso reinventar a PEC Emergencial e a reforma administrativa

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) no 186/2019, chamada PEC da Emergência Fiscal, e a Reforma Administrativa (PEC no...

‘Reforma administrativa é baseada em dogmas’, diz frente parlamentar em reação a Lira

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) reagiu à defesa que os novos presidentes da...

Plantão Covid 19 – acompanhe as principais notícias do Brasil e do mundo sobre o coronavírus [FEVEREIRO]

O SindSaúde-DF reúne abaixo as principais notícias sobre Coronavírus no Brasil e no mundo. Tudo que está sendo dito...
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??