22.6 C
Brasília
terça-feira, 2 março, 2021

138.270

Iprev-DF suspende a “prova de vida”

Interrupção é por prazo indeterminado

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Atento à evolução do número de casos do novo coronavírus e aos cuidados que devem ser dispensados aos idosos, o Instituto de Previdência dos Servidores do Distrito (Iprev-DF) informa que:

1.     Resolveu suspender por prazo indeterminado a realização da prova de vida para aposentados e pensionistas da Administração Direta, Autárquica e Fundacional do Distrito Federal.

2.     Portaria determinando a suspensão da prova de vida será encaminhada ainda hoje (14) para publicação no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

3.     O objetivo da prova de vida é coibir fraudes e irregularidades no pagamento de benefícios previdenciários.

4.     A realização da prova de vida havia sido suspensa em 16 de março de 2020, como parte das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus, e retomada em 4 de janeiro de 2021.

5.     Apesar da suspensão da prova de vida em 2020, aposentados e pensionistas continuaram voluntariamente a realizar a comprovação, aproveitando suas idas ao Banco de Brasília – BRB.

6.     Antes da suspensão da prova de vida em 16.03.2020, a previsão era de que  61.814 aposentados/pensionistas realizassem a comprovação.  Desse total, 24.134 foram voluntariamente às agências do BRB e realizaram sua prova de vida em 2020.

7.     Para este mês de janeiro de 2021 eram aguardadas a realização de 5.325 provas de vida.

8.     No período de 4 a 12.01.2021 foram realizadas 1.479 provas de vida: 121 (04.01); 418 (05.01); 291 (06.01); 207 (07.01); 160 (08.01); 157 (11.01); e 125 (12.01). Ou seja, em apenas sete dias úteis alcançou-se 27,77% do total previsto para o mês (média de 211 provas de vida por dia).

9.     A prova de vida é:

  *   Presencial (realizada nas agências do BRB, de segunda a sexta-feira, em horário de expediente bancário);

  *   Obrigatória;

  *   Anual,  realizada no mês de aniversário do servidor aposentado ou pensionista.

10.  Impossibilitados de locomoção em decorrência de doença grave ou incapacitante, comprovada por laudo médico, e maiores de 90 anos podem requerer a visita domiciliar de servidor do Iprev-DF para realização da prova de vida.

11.  Os servidores aposentados e pensionistas que deixam de fazer a prova de vida no mês em que estiverem aniversariando são notificados para que, no prazo de 30 dias, apresentem a documentação exigida, sob pena de suspensão do pagamento do seu benefício.

12.  Atualmente, existem 92 casos de suspensão de benefícios. Esses casos foram identificados em 2019 e permanecem com o pagamento suspenso. A economia anual para os cofres públicos é de R$ 6.544.290,87.

Com informações do Iprev-DF

- Advertisement -

Últimas Notícias

Plantão Covid 19 – acompanhe as principais notícias do Brasil e do mundo sobre o coronavírus [MARÇO]

O SindSaúde-DF reúne abaixo as principais notícias sobre Coronavírus no Brasil e no mundo. Tudo que está sendo dito...

Leia os principais destaques SOBRE AS VACINAS contra o coronavírus

O que está sendo dito no Brasil e no mundo sobre a imunização contra a Covid-19

É preciso reinventar a PEC Emergencial e a reforma administrativa

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) no 186/2019, chamada PEC da Emergência Fiscal, e a Reforma Administrativa (PEC no...
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??