25.4 C
Brasília
quarta-feira, 10 agosto, 2022

Estudo mostra interrupção do crescimento no número de casos de Síndrome respiratória Aguda Grave nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste

A informação foi divulgada na nova edição do Boletim InfoGripe da Fiocruz

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

A Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz publicou nesta quarta-feira (20), uma nova edição do Boletim InfoGripe, que traz um balanço do atual cenário nacional, o estudo aponta cenários opostos entre os estados do norte e sul do país. Enquanto os do Sudeste, Sul e Centro-Oeste apontam para interrupção do crescimento do número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), iniciado em abril em diversos estados. Norte e Nordeste seguem em crescimento no número de casos desde o início junho.

De acordo com a pesquisa, análise é referente à Semana Epidemiológica (SE) 28, que compreende os dias de 10 a 16 de julho e tem como base os dados inseridos no Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) até 18 de julho.

O estudo ainda aponta que, o número de casos e óbitos na faixa etária de 0 a 4 anos, associados ao Sars-CoV-2 (Covid-19) se mantém acima daquele observado para o vírus sincicial respiratório (VSR) nas últimas quatro semanas. Na população adulta, os casos de SRAG com resultado laboratorial positivo também continua sendo amplamente dominado pelo Sars-CoV-2 (Covid-19). Embora não se destaque no dado nacional, o vírus influenza A (gripe) H3N2 mantém presença em diversas faixas etárias no estado do Rio Grande do Sul.

Ainda segundo a pesquisa, somente no ano epidemiológico 2022, foram notificados 197.788 casos de SRAG, sendo 97.969 (49,5%) com resultado laboratorial positivo para algum vírus respiratório, 75.117 (38,0%) negativos, e ao menos 14.828 (7,5%) aguardando resultado laboratorial. Dentre os casos positivos do ano corrente, 4,6% são de influenza A, 0,1% de influenza B, 9,0% de vírus sincicial respiratório (VSR) e 79,5% de Sars-CoV-2 (Covid-19). Nas quatro últimas semanas epidemiológicas, a prevalência entre os casos positivos foi de 1,9% para influenza A, 0,2% para influenza B, 5,6% para vírus sincicial respiratório e 79,3% para Sars-CoV-2 (Covid-19).

CLIQUE AQUI e leia o estudo na íntegra

*Com informações do Portal da Fiocruz

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias

Campanha de vacinação contra a Poliomielite começa nesta segunda-feira (08)

A campanha nacional de vacinação contra a poliomielite para crianças entre 1 e 5 anos incompletos começa nesta segunda-feira...

Designado grupo de trabalho que será responsável por revisar portaria que dispõe sobre os horários de funcionamento das Unidades Orgânicas da SES

Foi publicado no Diário Oficial do DF desta quinta-feira (04), o grupo de trabalho que será responsável por revisar...

NOTA DE PESAR: Falecimento da servidora Danyanne da Cunha Januário da Silva

É com imenso pesar que o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal (SindSaúde)...
- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img