20.5 C
Brasília
sexta-feira, 23 julho, 2021

Variante Delta é identificada no Brasil e no DF e causa preocupação

São 135 casos da variante identificados no país e cinco desse total evoluíram para óbito

Saiba Mais

SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

No Brasil estão sequenciadas pelo menos 3 variantes que chamaram atenção para os casos de Covid-19. Entre elas a P1 (de Manaus), a P2 (do Rio de Janeiro) e agora a N9. Todas elas causam uma incidência maior no número de infecções e podem agravar a situação de pessoas que já estão doentes.

Recentemente, chegou ao Brasil a variante Delta, registrando o primeiro caso no Maranhão e no Paraná. De acordo com o Ministério da Saúde já foram identificados 135 casos da variante, desse total, cinco evoluíram para um quadro grave que acabou resultando em morte. Os dados registrados foram descobertos através de levantamento do Ministério da Saúde sobre vigilância genômica do novo coronavírus.

A variante Delta deriva da cepa indiana do coronavírus, foi classificada em maio, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como “variantes de preocupação”. Ela é considerada uma das mais letais identificadas até o momento, causando a doença mais grave. As vacinas utilizadas são menos eficazes contra a Delta comparada a outras variantes. A variante Delta surgiu na Índia e, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), já circula em mais de 111 países.

Até o momento, são seis casos no Distrito Federal, dois em Goiás, seis no navio que esteve na costa do Maranhão, um em Minas Gerais, 13 no Paraná, dois em Pernambuco, 87 no Rio de Janeiro, três no Rio Grande do Sul (sendo um caso considerado importado do RJ), cinco em Santa Catarina e dez em São Paulo.

O MS afirma que está em contato com as secretarias de Saúde para aumentar a vigilância em torno da variante. Uma das ações recomendadas está o sequenciamento genômico para mapear a presença da variante em cada estado. Pessoas já infectadas deve ser tratado com isolamento, com cuidados para aliviar os efeitos e possíveis complicações.

A Saúde ressalta que é importante notificar sobre os casos, para gerar ações imediatas.

No Distrito Federal

A equipe de Biologia Molecular do Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal (Lacen-DF) divulgou a análise de 67 amostras de casos que testaram positivo para o novo coronavírus Sars-CoV-2, onde foi possível detectar a presença da variante Delta em seis amostras.

Os casos detectados no DF foram encontrados em três homens e três mulheres, com idade entre 20 e 59 anos. Quatro deles moram em Planaltina, um de Santa Maria e um do Plano Piloto. As coletas dos materiais foram realizadas nos dias 12 (1 paciente), 14 (quatro pacientes) e 16 de julho (um paciente).

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias

Entenda como será o mutirão de vacinação para pessoas a partir de 37 anos no DF

A vacinação para o público a partir de 37 anos, inicia-se nesta sexta-feira (23) e seguirá durante todo o...

Estudo registra um novo período da pandemia no Brasil

A Fiocruz publicou nesta quinta-feira (22), um novo Boletim Observatório Covid-19, que apresenta uma nova fase da pandemia no...

Plantão Covid 19 – acompanhe as principais notícias do Brasil e do mundo sobre o coronavírus [JULHO]

O SindSaúde-DF reúne abaixo as principais notícias sobre Coronavírus no Brasil e no mundo. Tudo que está sendo dito...
- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img