22.6 C
Brasília
terça-feira, 2 março, 2021

138.270

Temos vacina contra a Covid-19 no Distrito Federal

O início da imunização mudará a realidade da população do DF e pode sanar diversos tipos de sofrimento vividos nos últimos 10 meses.

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Na manhã desta terça-feira (19), Lídia Rodrigues Dantas, 31 anos, enfermeira do Hospital Regional da Asa Norte e trabalha no box de emergência do pronto-socorro da Clínica Médica, marcou esse período da história da capital como a 1ª pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 no Distrito Federal.

O Hran, hospital de referência no tratamento do novo coronavírus, foi o local escolhido para cerimônia de início da vacinação no DF. O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), e o secretário de Saúde, Osnei Okumkto, estiveram presentes.

Mais de 106.000 doses do imunizante Coronavac, enviadas pelo Instituto Butantan de São Paulo, começaram a ser distribuídas aos 15 hospitais da rede pública, desde as 7 horas da manhã desta terça-feira. Com esse número de doses o Distrito Federal irá imunizar 53.080.

Após receber a 1ª dose do imunizante Lídia falou em esperança e disse estar feliz com a oportunidade.  “Ainda estou sem acreditar, mas estou emocionada e feliz por ser a primeira vacinada e grata à oportunidade”, disse a primeira servidora vacinada no DF.

Além dela, foram vacinados na cerimônia a técnica de enfermagem Carina de Jesus Silva, a fisioterapeuta Ana Paula Barbosa Pereira, a médica Juliana Bento da Cunha, a auxiliar de limpeza Narcisa Trajano de Araújo e o vigilante Pedro Teodoro. Todos eles trabalham no Hran.

Também serão vacinados todos os profissionais que atuam na linha de frente no combate à pandemia do novo coronavírus e que estão no plantão nesta terça no Hospital Regional da Asa Norte.

Marli Rodrigues, presidente do SindSaúde, disse estar emocionada e declarou que o início da vacinação promete trazer bons ventos e mudar a realidade de sofrimentos diversos vividos pela população”. A presidente lembrou que os prejuízos foram muitos “Desde as mortes em decorrência da Covid-19, até o desemprego e doenças psicológicas afetaram emocionalmente os moradores do DF”, concluiu.

A vacinação começou em 15 unidades de saúde da rede pública do Distrito Federal. Apenas no Hospital de Base a imunização terá início nesta quarta-feira (20/1).

As direções dos hospitais públicos e privados fizeram uma lista com os nomes dos profissionais que atuam na linha de frente e serão vacinados nesta primeira fase. O profissional poderá escolher o local mais adequado para receber a primeira dose, que será vinculada ao CPF. A segunda dose deverá ser administrada 14 dias após a primeira.

Ainda não há previsão do recebimento de mais doses para o DF. A Secretaria de Saúde irá divulgar amplamente, de forma antecipada, a data de início da vacinação para os próximos grupos.

Grupos prioritários

No primeiro momento, serão contemplados trabalhadores da saúde que estão na linha de frente no combate à pandemia, idosos e deficientes que estão em instituições de internação, além de cuidadores que atuam nessas instituições e indígenas.

Para atender a idosos e deficientes que vivem em instituições de internação e indígenas, a Secretaria de Saúde disponibilizará seis equipes volantes para imunizá-los sem que haja necessidade de eles irem até um dos 15 pontos.

Segundo o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero, nesta terça, duas equipes farão a vacinação nas casas de internação e asilos.

Treinamento dos Profissionais de Saúde

O treinamento técnico para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 teve início nesta segunda-feira (18). O objetivo é esclarecer aos profissionais que irão atuar diretamente com a aplicação das doses sobre cada tipo de vacina disponível, a conservação adequada, os efeitos adversos e as formas de registro no sistema. A capacitação ocorreu durante todo o dia e contou com a presença de 78 profissionais da Região de Saúde Central, que depois repassarão o conhecimento para as outras regiões de Saúde.

O público-alvo da capacitação são os responsáveis técnicos das salas de vacinas da rede pública do Distrito Federal, supervisores das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), chefes dos Núcleos de Vigilância Epidemiológica e Imunização das regiões de saúde, chefes dos Núcleos Hospitalares de Epidemiologia dos hospitais regionais do DF, representante das vigilâncias epidemiológicas do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (Iges-DF), Unidades Referência Distrital (URDs) e hospitais militares do DF.

- Advertisement -

Últimas Notícias

Plantão Covid 19 – acompanhe as principais notícias do Brasil e do mundo sobre o coronavírus [MARÇO]

O SindSaúde-DF reúne abaixo as principais notícias sobre Coronavírus no Brasil e no mundo. Tudo que está sendo dito...

Leia os principais destaques SOBRE AS VACINAS contra o coronavírus

O que está sendo dito no Brasil e no mundo sobre a imunização contra a Covid-19

É preciso reinventar a PEC Emergencial e a reforma administrativa

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) no 186/2019, chamada PEC da Emergência Fiscal, e a Reforma Administrativa (PEC no...
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??