25.3 C
Brasília
segunda-feira, 13 julho, 2020

Covid-19: Governador do DF decreta estado de calamidade pública

Documento é um pedido de socorro por insumos e recursos do Governo Federal

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

O Distrito Federal entrou em estado de calamidade pública nesta segunda-feira. Confira abaixo matéria completa sobre o assunto publicada no Portal Metrópoles:

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, decretou na manhã desta segunda-feira (29/06), estado de calamidade pública, em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus. Até agora, Covid-19 já matou 501 pessoas no DF, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde local, na noite desse domingo (28/06). Na prática, o documento é um pedido de socorro, por insumos e recursos do governo federal, devido à pandemia de SARS-Cov-2.

Agora, com a calamidade pública em curso, o DF passa a ter acesso às verbas do governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento. O Executivo local também fica desobrigado de cumprir as metas da Lei de responsabilidade Fiscal (LRF) estabelecidas para 2020 conseguindo, assim, redirecionar os investimentos em ações preventivas e no tratamento de pacientes diagnosticados com coronavírus na capital da República.

Com validade de 180 dias, o estado de calamidade pública está um nível acima da situação de emergência, decretada anteriormente pelo governador do DF. A medida é tomada quando, tanto a população quanto as contas públicas, correm risco elevado.

Quando declarada a calamidade, os repasses do governo federal podem ser utilizados em outras áreas, não apenas na Saúde.

Foram registrados 11 óbitos no DF nas últimas 24 horas, de acordo com a Secretaria de Saúde. As vítimas mais recentes eram moradores de Ceilândia, Taguatinga, Samambaia, Gama, Guará, Sobradinho, Brazlândia, Itapoã e Fercal.

Com 2.139 novos diagnósticos positivos, o total de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus na capital do país chegou a 44.950 neste domingo (28/06). Ao todo, 30.070 pacientes se recuperaram da doença.

- Advertisement -

Últimas Notícias

806 mil unidades de medicamentos para intubação foram distribuídos aos Estados

Ministério da Saúde passou a comprar e distribuir estes medicamentos para apoiar tratamento de pacientes com Covid-19. Oito tipos de fármacos foram distribuídos

MP abre crédito extraordinário de R$ 348 milhões para Saúde, Educação e Cidadania

Principal destino do dinheiro é o Ministério da Saúde, R$ 332 milhões

Nova lei prioriza profissionais essenciais na realização de testes para Covid

Dezenas de categorias são consideradas essenciais pela lei, entre elas, médicos, policiais, assistentes sociais e dentistas
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??