25.3 C
Brasília
segunda-feira, 13 julho, 2020

Covid-19: Presidente Marli Rodrigues concede entrevista à Rádio Justiça, do STF

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Tema foi debatido em data que se comemora o Dia Internacional da Enfermagem

A presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues, concedeu entrevista à Rádio Justiça, do STF, na manhã desta terça-feira (12), em comemoração ao Dia Internacional da Enfermagem.

A entrevista debateu a atuação destes profissionais da saúde, sobretudo neste momento de pandemia, a valorização da categoria e as dificuldades no exercício deste ofício no Brasil.

A presidente ressaltou a luta que os enfermeiros estão travando no enfrentamento ao novo coronavírus. Segundo ela, é muito complicado combater algo invisível, que a ciência sabe muito pouco, mas faz parte da missão do enfermeiro não abandonar o paciente e cuidar com dignidade de cada pessoa.

“Agora, na pandemia, é que começam a mostrar que estes profissionais têm família, eles ficam doentes, morrem, têm filhos, em alguns momentos precisam ficar isolados, isso tudo mexe com a cabeça do profissional. Porque trabalhar com gente, não é trabalhar com coisas, é muito sério. Mexe com seu físico e com o seu psicológico. A homenagem, as palmas, a gratidão e o reconhecimento devem ser feitos com ações positivas de valorização e proteção da vida destes profissionais”, destaca Marli Rodrigues.

Confira abaixo a entrevista completa ao jornalista Sérgio Duarte, no programa Revista Justiça:

https://www.youtube.com/watch?v=uqAAzPxyppk&feature=youtu.be

- Advertisement -

Últimas Notícias

806 mil unidades de medicamentos para intubação foram distribuídos aos Estados

Ministério da Saúde passou a comprar e distribuir estes medicamentos para apoiar tratamento de pacientes com Covid-19. Oito tipos de fármacos foram distribuídos

MP abre crédito extraordinário de R$ 348 milhões para Saúde, Educação e Cidadania

Principal destino do dinheiro é o Ministério da Saúde, R$ 332 milhões

Nova lei prioriza profissionais essenciais na realização de testes para Covid

Dezenas de categorias são consideradas essenciais pela lei, entre elas, médicos, policiais, assistentes sociais e dentistas
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??