GDF terá de pagar R$12 mil à servidora por dívida já reconhecida administrativamente

GDF terá de pagar R$12 mil à servidora por dívida já reconhecida administrativamente

22/05/2018 - 11:18 // Por SindSaúde DF // Imagens: Peter Neylon // Jurídico

Além dessa ação, o jurídico do SindSaúde foi vitorioso em caso de superendividamento e indenização por danos morais.

Dívida reconhecida pela administração
Sindicalizada garantiu na Justiça o pagamento de dívida já reconhecida pelo Estado, mas que havia caído em exercício findo. O GDF terá de quitar o débito de R$ 12.037,43.

Indenização
Um sindicalizado receberá indenização de R$2 mil por danos morais. Seu nome foi envolvido na dívida ativa por conta da venda de um automóvel que estava alienado a seu nome e novo dono não cumpriu com o devido pagamento da dívida.

Superendividamento
Outro sindicalizado em situação de superendividamento junto ao Banco de Brasília (BRB) garantiu que os descontos de seus proventos não ultrapassem os 30%. A retenção será feita apenas uma vez, na fonte de rendimentos.

GMOV
O GDF foi condenado a restituir Gratificação de Movimentação (GMOV) de servidora que teve o benefício suprimido em março de 2016, bem como o pagamento de R$ 6.122,74 em valores retroativos.

Veja também:

Jurídico Sindicalizada ganha causa de R$20 mil em ação do SindSaúde Valor era referente a acertos financeiro; ações da Gata, de superendividamento, remoção arbitrária e de...
Jurídico Sindicalizado tem agora acesso fácil e rápido aos processos da Gata Informações referentes ao andamento dos processos da Gata, 20 horas e dos especialistas poderão ser...
Jurídico BRB não pode descontar mais do que 30% dos salários de sindicalizados, determina Justiça Servidores em situação de superendividamento entraram com ação junto ao SindSaúde para garantir redução no...
Jurídico Ação do SindSaúde assegura pagamento de R$23 mil à sindicalizada por dívidas do GDF Justiça determinou que verbas salariais atrasadas sejam quitadas e afastou tese de prescrição apresentada pelo...