26.1 C
Brasília
quinta-feira, 9 julho, 2020

Atenção servidor!

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Já diz o bom e velho ditado, contra fatos não há argumentos. É com esse pensamento que a direção do SindSaúde se limita apenas a publicar a decisão do Ministério do Trabalho, que ANULOU a decisão de suspender a nossa carta sindical.

Talvez algo mais precise ser dito a categoria. Fiquem atentos! Nesse momento de disputa política que vivemos, é imperativo que os servidores entendam que forças ocultas trabalham na tentativa de tirar valorosas conquistas, obtidas com muito suor dos trabalhadores e em acordos articulados por este sindicato.

Os servidores precisam ver a leitura correta do cenário estabelecido. Tentar destituir a representatividade do sindicato, em um momento que milhões de reais em benefícios estão prestes a ser finalmente pagos, nos parece significar uma clara tentativa de revogar esses direitos e realocar verbas para atender interesses escusos. Já é de conhecimento da nossa direção de que nesse conluio há participação de ‘gente grande’, muito bem relacionada com as forças políticas locais de oposição que estão financiando esse boicote ao sindicato. Cabe a você, servidor, fazer a crítica e reconhecer seus verdadeiros adversários.

E aos que tentaram derrubar esta entidade que legitimamente representa a Saúde, deixamos um desafio. Provem sua coragem e divulguem também a decisão do Ministério da Trabalho. Como duvidamos que sejam capazes de tanto, exigimos apenas que se não querem ajudar a construir a luta, ajam como pessoas de boa educação e não saiam por aí espalhando inverdades.

Para finalizar, gostaríamos de deixar claro que em uma instituição as pessoas passam, mas a luta permanece. Acrescentamos ainda que um sindicato não se limita a uma carta sindical ou registro. O que mais conta para a representatividade é CORAGEM, e isso o SindSaúde tem de sobra.


A direção.

- Advertisement -

Últimas Notícias

MP abre crédito extraordinário de R$ 348 milhões para Saúde, Educação e Cidadania

Principal destino do dinheiro é o Ministério da Saúde, R$ 332 milhões

Nova lei prioriza profissionais essenciais na realização de testes para Covid

Dezenas de categorias são consideradas essenciais pela lei, entre elas, médicos, policiais, assistentes sociais e dentistas

SindSaúde mantém atendimento online aos sindicalizados

A diretoria do SindSaúde em reunião nesta terça-feira (8), entendeu que ainda não é o momento adequado...
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??