30 C
Brasília
quinta-feira, 1 outubro, 2020

Sem direito de ir e vir

Saiba Mais

SindSaúde DF
SindSaúde DF
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Distrito Federal

Chegou ao conhecimento do SindSaúde-DF um caso absurdo ocorrido no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) no mês passado. Um artífice foi proibido por um vigilante de entrar pela portaria que dá acesso às caldeiras para utilizar o banheiro, mesmo identificando-se como servidor. O vigilante chegou ao ponto de puxar sua arma para o trabalhador e a situação foi parar na 20° Delegacia de Polícia (DP) do Gama.

De acordo com o servidor, o expediente já havia acabado, mas ele precisou voltar ao local de trabalho para urinar, quando foi impedido pelo vigilante de entrar. “Ele só ficava repetindo que ali entrava quem ele queria e que ele não me conhecia. Mesmo eu mostrando meu crachá de identificação não adiantou”, contou o artífice. “Foi um constrangimento, em 23 anos dentro da Secretaria nunca passei por algo assim. Cheguei a ser levado até para a DP”, lamentou.

A administração do HRSM foi notificada pelo trabalhador mas não houve resposta. O Departamento jurídico do SindSaúde-DF tomará as providências cabíveis sobre o assunto.

- Advertisement -

Últimas Notícias

Outubro Rosa: Mesmo com a pandemia a prevenção do câncer de mama não pode parar

Já virou tradição que em outubro os estabelecimentos de saúde, assim como outras instituições, além de campanhas...

Plantão Covid 19 – acompanhe as principais notícias do Brasil e do mundo sobre o coronavírus

O SindSaúde-DF reúne abaixo as principais notícias sobre Coronavírus no Brasil e no mundo. Tudo que está...

Servidores da Saúde receberão R$ 7,3 milhões em pecúnias nesta quinta-feira

Ao todo, 2.477 servidores aposentados receberão mais uma parcela do acordo
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??