28.5 C
Brasília
quinta-feira, 29 setembro, 2022

Dia do trabalhador – Organizar as massas e reconstruir o Brasil

Despertar a consciência da força da classe trabalhadora para superar as trevas do totalitarismo

Saiba Mais

O Dia Internacional do Trabalhador é celebrado anualmente em 1º de maio, em quase todos os países do mundo. A data é uma homenagem a onda de manifestações e conflitos violentos que se desencadeou a partir de uma greve geral em 1886, na cidade norte-americana de Chicago.

Naquela ocasião, os trabalhadores unidos tinham como objetivo, melhores condições de trabalho, principalmente a redução da jornada de trabalho diária, que chegava a 17 horas. Como na maioria das vezes em que os trabalhadores compreenderam a força de sua mão de obra e se revoltaram contra o sistema, houve confronto com policiais, o que resultou em prisões e inúmeras mortes. Porém, a luta é germinada pela esperança e regada na constância.

Em 2021, em outra parte do continente, especificamente no Brasil, o cenário é de desmonte, destruição e abandono dos trabalhadores. Em um ritmo acelerado de polarização, divisões e fake news, muitas vezes, os trabalhadores são colocados uns contra os outros, mas nasce a semente lançada no terreno próspero da consciência da força do trabalhador, o que desperta e faz surgir a necessidade de uma organização das massas no Brasil.

Nos últimos anos, os trabalhadores brasileiros perderam muitos direitos. As “reformas” que foram vendidas como salvação, não passaram de construção de um projeto de poder carrasco e autoritário, que tira dos mais pobres e privilegia os mais ricos. O Brasil virou uma pátria dos opostos, onde os poderosos não olham para baixo e não enxergam a calamidade em que vivem os trabalhadores.

O líder precisa conhecer e estar com seu povo, sentir suas dores, chorar suas lágrimas e compreender seus medos, angústias e desejos. Mitos não existem, salvadores da pátria são os trabalhadores. É preciso não entregar o futuro nas mãos de sensacionalistas e dominadores de uma boa oratória. A força da classe trabalhadora é imensa e poderosa.

Neste 1º de maio, em meio à crise pandêmica do novo coronavírus, onde tantos trabalhadores perderam suas vidas, é necessário lembrar-se da organização das massas, pois pra garantir a nossa existência, sobrevivência e dignidade é preciso solidificar uma nova consciência de classe.

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias

Servidores recebem mais de R$ 10 milhões em pecúnias nesta quinta (29)

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal efetuará o pagamento de R$10.162.979,03 (dez milhões, cento e sessenta e dois...

Campanha nacional contra a Poliomielite termina nesta sexta-feira (30)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação termina nesta sexta (30). A campanha tem como objetivo...

Saúde recebe 14.520 doses de Coronavac nesta terça-feira (27)

A Latam, companhia aérea que realiza o transporte gratuito de vacinas contra Covid-19 pelo Brasil, tem voo previsto para...
- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img