26.1 C
Brasília
sexta-feira, 30 outubro, 2020

Artigo: O ministro da Saúde que não conhece o SUS

O mais alto cargo da Saúde no país reconheceu que desconhecia o Sistema Único de Saúde até este ano

Saiba Mais

Marli Rodrigues
Marli Rodrigueshttps://sindsaude.org.br/
Diretora-Presidente do SindSaúde-DF

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello afirmou que não conhecia o Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo o excelentíssimo ministro, até a pandemia do novo coronavírus ele desconhecia como funcionava o SUS.

Curiosamente, foi no momento em que ele assumiu o maior cargo da Saúde do país. Um ministro que não conhece o que administra.

Pode não ser grave o fato dele não ser um gestor em saúde, ou profissional da área, mas é grave ele ser brasileiro e não conhecer o SUS. Ou ainda pior, ser o ministro da Saúde e não saber o que é o SUS.

O depoimento de Pazuello foi sincero e verdadeiro – não houve mentiras. De fato ele não sabe o que é o SUS. Importa dizer, que o então ministro interino, em 19 de maio de 2020, liberou o uso da hidroxicloroquina e cloroquina para o tratamento da COVID-19, mais uma prova que ele desconhece o SUS e sua preocupação científica e seriedade nas pesquisas da saúde.

Ficou claro, que para o presidente Bolsonaro, o ministro não precisava saber o que era o SUS, bastava obedecer a suas ordens e liberar o uso da medicação sem comprovação de eficiência no combate à epidemia.

Talvez tenha feito parte do acordo para nomeação do general que ele não soubesse o que é o SUS – e assim se contemplou as forças armadas em mais um posto no atual governo.

A confissão de Pazuello é sincera, grave e, sobretudo, preocupante. Como alguém que não conhece o SUS vai gerir o processo de imunização como será o da vacina da COVID-19?

Como será tratado isso? Para a imunização, na proporção nacional que será a do novo coronavírus, é preciso ter conhecimento na área, expertise, embasamento científico, porém, neste governo, a ciência é desprezada. O que farão com a vacina?

O desconhecimento é tão grande que o próprio ministro foi usuário do SUS e nem soube. Pois todo brasileiro de alguma forma foi impactado pelo SUS.

Mesmo que não seja diretamente, mas indiretamente, seja por vacinas, por meio da vigilância sanitária ou epidemiológica, no controle de alimentos, no combate ao tabagismo, à dengue, e em muitos outros lugares.

Pazuello disse que não conhecia o SUS, mas para gerir esta Pasta nós entendemos que o principal requisito seria conhecer o SUS, seus valores, sua história e construção. E, acima de tudo, a necessidade do povo brasileiro.

A fala do ministro traz consigo uma mensagem subliminar de como o governo Bolsonaro está distante do povo. Pois onde está o povo, está o SUS. Como ele mesmo disse: “compreendi a magnitude dessa ferramenta com a qual o Brasil nos brindou”, apontou.

O SUS foi construído e pensado por pessoas que vieram do povo, com origem no povo, com muito estudo. Envolveu a luta de muitas pessoas que dedicaram suas vidas por uma saúde pública de qualidade. As estruturas do SUS são fortes e enraizadas, com pilares sólidos e fixados na identidade do povo brasileiro. Nesta pandemia, foi provado que o SUS resiste às negligencias de uma tropa inteira. Mesmo sem armas, os profissionais que servem ao SUS salvam vidas usando até mesmo a criatividade. Numa missão tão nobre que até os que não entendem, com todo respeito, se rendem a magnitude do SUS.

De Norte a Sul, do Oiapoque ao Chuí, nos ventos que sopram às requintadas avenidas das mais abastadas cidades até as jangadas dos simples ribeirinhos, lá está o SUS, a maior conquista do povo brasileiro.

- Advertisement -

Últimas Notícias

Secretaria de Saúde garante manutenção dos direitos dos servidores da Saúde durante a pandemia da Covid-19

SindSaúde solicitou à Sugep que fossem mantidas as progressões e promoções com base em decisão do TCDF

Quase metade dos servidores da SES têm pós-graduação

Mesmo sem exigência dos cargos, servidores se especializam cada vez mais e aguardam valorização

CLDF aprova criação de Nota Legal Solidária, selo empresarial e mais projetos em semana de votações

Deputados distritais avançaram na pauta de votações e projetos aprovados seguem para sanção do governador
- Advertisement -
- Publicidade -
Precisa de ajuda??