Assembleia é realizada no Hospital Regional de Taguatinga

Qua, 03 Abr 2013

[caption id="attachment_3882" align="aligncenter" width="580"] A diretora Marli Rodrigues explica aos servidores do HRT como ficará o vencimento básico após a incorporação da Gata[/caption]

O SindSaúde deu início à rodada de assembleias e convocou os servidores do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) para discutirem sobre a proposta do projeto de lei, apresentada pelo governo, que trata da incorporação da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata). Na ocasião, a direção do sindicato fez uma minuciosa explicação sobre como a gratificação será incorporada e ao final da discussão, os trabalhadores deliberaram pela aceitação do PL, mas protestaram contra o parcelamento em três vezes.
Durante a assembleia, que foi realizada na manhã desta segunda-feira (19/11), no auditório do HRT, a direção levantou vários pontos referentes à incorporação da Gata, como o parcelamento para os próximos três anos – 2013, 2014 e 2015 –, e como ficará o vencimento básico com a gratificação totalmente integrada.

Parque de Apoio aceita o PL da Gata, mas protesta contra o parcelamento

Qua, 03 Abr 2013

Mais uma assembleia foi realizada na manhã desta terça-feira (20/11) para discutir a proposta de incorporação da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata). Na ocasião, os servidores do Parque de Apoio opinaram sobre a minuta de projeto de lei (PL) apresentada pelo governo. Os trabalhadores decidiram aprovar o PL, mas reclamaram do pagamento parcelado.

Segundo a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues é preciso garantir que a proposta da Gata vire lei. “Concordamos com o projeto da Gata, mas protestamos contra o longo parcelamento, que demonstra, mais uma vez, o tratamento discriminatório que é dado à nossa categoria”, explica.

A próxima assembleia será realizada na quarta-feira (21/11), no auditório do Hospital Regional de Ceilândia (HRC).

[caption id="attachment_3903" align="aligncenter" width="590"] A diretora Marli Rodrigues explica aos servidores sobre o cenário federal e o distrital: reajustes salariais são parcelados[/caption]

SindSaúde realiza assembleia no HRC

Qua, 03 Abr 2013

Dando sequência à rodada de assembleias, o SindSaúde promoveu nesta quarta-feira (21/11) o debate sobre o projeto de lei (PL) que trata da incorporação da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata) no Hospital Regional de Ceilândia (HRC). Durante o encontro, a diretoria do sindicato explicou detalhadamente os pontos do PL e ao final da discussão, os servidores presentes aprovaram a proposta.

“Essa discussão não é fácil mas precisa ser feita. Os servidores de Ceilândia tomaram uma decisão acertada, pois, apesar de tudo, a Gata cruzou a linha de chegada”, avalia a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues. A próxima assembleia será realizada no auditório do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), na quinta-feira (22/11), às 10h.

[caption id="attachment_3922" align="aligncenter" width="580"] Servidores do Hospital Regional de Ceilândia prestam atenção à explicação da diretora Marli Rodrigues. [/caption]

Servidores do HRSM participam de assembleia e aprovam PL da Gata

Qua, 03 Abr 2013

O servidores do Hospital Regional de Santa Maria compareceram ao auditório da unidade de saúde nesta quinta-feira (22/11) para participarem da assembleia promovida pelo SindSaúde. Seguindo o exemplo das demais regionais que já receberam o sindicato, os trabalhadores decidiram aprovar o projeto de lei (PL) que trata da incorporação da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata), mas protestaram contra o pagamento em três parcelas.
“A decisão dos servidores de Santa Maria é de que o governo transforme logo o projeto em lei, entretanto, os trabalhadores não deixaram de criticar o longo parcelamento”, diz a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues.

[caption id="attachment_3925" align="aligncenter" width="580"] Assembleia no HRSM: servidores receberam uma explicação minuciosa sobre como será a incorporação da gata[/caption]

HRG também aceita PL da Gata, mas critica o longo parcelamento

Qua, 03 Abr 2013

[caption id="attachment_4000" align="aligncenter" width="580"] Marli Rodrigues: "Pela primeira vez temos a chance de tornar o nosso vencimento básico mais robusto"[/caption]

Em assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (23/11), os servidores do Hospital Regional do Gama (HRG) decidiram aceitar o projeto de lei que trata da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata), mas criticaram a incorporação parcelada em três anos. A diretoria do SindSaúde explicou de forma minuciosa todos os pontos do PL e deu alguns exemplos de como ficarão as tabelas salariais quando a Gata for totalmente integrada ao vencimento básico.

Para a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues, garantir o projeto de lei da Gata é uma prioridade. “Há quantos anos nós fazemos greve para ganhar abonos ou gratificações? Pela primeira vez temos a chance de tornar o nosso vencimento básico mais robusto, não podemos perder essa oportunidade”, afirmou.

Marli relembrou aos servidores toda a luta pela Gata.

SindSaúde realiza assembleia no HMIB

Qua, 03 Abr 2013

Nesta terça-feira (27/11), foi a vez dos servidores do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) participarem do debate sobre a proposta de incorporação da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata). Assim como nas demais regionais que já realizaram assembleia, os trabalhadores do HMIB votaram pela aceitação do projeto de lei.

“Hoje nós estamos aqui na regional sul para fazer o debate sobre a Gata e esclarecer os comentários que surgiram sobre a proposta”, explicou a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues.

[caption id="attachment_3995" align="aligncenter" width="580"] Servidores do HMIB aprovam proposta de incorporação e exigem o encaminhamento imediato do projeto de lei da Gata[/caption]

Sob protesto, PL da Gata é aceito pelos servidores do Centro de Saúde N°6 do Gama e da Administração Central

Qua, 03 Abr 2013



[caption id="attachment_4014" align="aligncenter" width="580"] Servidores do Centro de Saúde N°6 do Gama aprovam proposta do projeto de lei da Gata[/caption]

Duas novas assembleias foram realizadas nesta quarta-feira (28/11) para discutir a proposta de incorporação da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata). No Centro de Saúde N°6 do Gama, os servidores exigiram o envio imediato da minuta do projeto de lei da Gata à Câmara Legislativa (CLDF), e na Administração Central (ADMC/SES/DF), o pagamento parcelado em três anos foi alvo de duras críticas.

A diretora do SindSaúde Marli Rodrigues também protestou contra o parcelamento da incorporação, mas ressaltou a importância de garantir que o projeto de lei seja votado na Câmara. “O PL é diferente de um acordo, que pode ser quebrado a qualquer momento. Quando ele é votado na Câmara, sancionado e vira lei, o governo é obrigado a cumprir”, explicou. “Essa proposta não é a ideal, mas não podemos desperdiçá-la”, completou.

Assembleia é realizada no HRAN para discutir projeto de lei da Gata

Qua, 03 Abr 2013

O SindSaúde finalizou nesta quinta-feira (29/11) mais uma semana de discussões sobre a incorporação da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata) com uma assembleia no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN). Assim como ocorreu nas demais unidades de saúde, os servidores protestaram contra parcelamento, mas concordam com com a proposta do projeto de lei da Gata.

“Apesar do longo parcelamento, os servidores do HRAN também acreditam que é importante garantir que o PL seja encaminhado e que ele finalmente vire lei”, disse o diretor do SindSaúde Vander Borges. A próxima assembleia será realizada no Hospital Regional do Guará (HRGu), na segunda-feira (3/12), às 10h.

Aposentadoria especial é discutida em audiência pública

Qua, 03 Abr 2013

Reivindicação de muitos servidores da saúde que trabalham em condições insalubres, a aposentadoria especial – aos 25 anos de serviço - foi discutida em audiência pública da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) realizada na nesta quinta-feira (29/11), na Câmara dos Deputados. Devido à falta de regulamentação, os trabalhadores de órgãos públicos ainda não têm o direito à concessão do benefício assegurado.

A Comissão discutiu os critérios para a concessão de aposentadoria especial que constam nos Projetos de Lei Complementar (PLC) nº 555/10 e 472/09 - que regulamentam o artigo n°40 da Constituição, que trata da aposentadoria especial. “É preciso que asseguremos uma lógica preventiva e encurtemos o tempo de trabalho desses servidores”, declarou a deputada federal Érika Kokay.

“Os servidores da saúde que trabalham em área insalubre são extremamente sacrificados ao longo dos anos. A aposentadoria especial não beneficia somente os trabalhadores, mas também os pacientes, pois uma categoria adoecida pelo trabalho afeta diretamente o atendimento do SUS”, avalia a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues.

Conquista do SindSaúde: servidores terão direito à aposentadoria especial e por contagem diferenciada

Qua, 03 Abr 2013

Os servidores que são representados pelo SindSaúde e exercem funções em área insalubre terão agora o direito a se aposentarem em regime especial ou por contagem de tempo diferenciada. A ação, movida pelo departamento jurídico do sindicato, foi deferida na terça-feira (27/11) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello.

A aposentadoria especial é concedida aos servidores com mais de 25 anos de trabalho em área insalubre, já na por contagem diferenciada os trabalhadores têm o tempo de trabalho multiplicado pelo fator 1,2 (mulheres) e 1,4 (homens). Com o cálculo, há um acréscimo fictício de anos no tempo de contribuição, o que aproxima a data prevista para a aposentadoria.

“Essa conquista é o reconhecimento dos sacrifícios feitos pelos servidores que trabalham em  condições tão precárias. Nada mais justo para esses trabalhadores do que se aposentarem mais cedo”, avalia a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues.

Assembleia é realizada no HRGu

Qua, 03 Abr 2013

O SindSaúde iniciou mais uma semana de assembleias no Hospital Regional do Guará (HRGu). Nesta segunda-feira (3/12), o diretor do sindicato Vander Borges esteve na unidade de saúde para debater com os servidores sobre a minuta de projeto de lei (PL) da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata).

“Precisamos garantir que o PL seja logo votado na Câmara Legislativa. Com a Gata transformada em Lei, teremos a garantia de que ela será incorporada”, disse Vander Borges.

[caption id="attachment_4070" align="aligncenter" width="580"] O diretor do SindSaúde Vander Borges explica a proposta de incorporação da Gata aos servidores do HRGu[/caption]

Servidores de Planaltina também exigem envio do PL da Gata à Câmara Legislativa

Qua, 03 Abr 2013

[caption id="attachment_4067" align="aligncenter" width="580"] Servidores aprovam o encaminhamento do PL da Gata à CLDF, mas protestam contra o parcelamento da incorporação[/caption]

Em mais uma assembleia realizada pelo SindSaúde, os servidores do Hospital Regional de Planaltina (HRP) discutiram sobre a minuta de projeto de lei (PL) que trata da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata). Os trabalhadores exigiram que a questão seja votada imediatamente na Câmara Legislativa (CLDF), mas, a exemplo das demais regionais, protestaram contra o parcelamento da incorporação para os próximos três anos.

“Nós estamos fazendo um esforço enorme para que esse PL seja encaminhado logo e votado ainda neste ano”, garantiu a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues. Segundo ela, é preciso tornar o salário mais robusto. “Precisamos mudar o vencimento básico, pois será ele que levaremos para a nossa aposentadoria”, completou

Servidores do HRPa discutem incorporação da Gata durante assembleia

Qua, 03 Abr 2013

Após minuciosa explicação sobre a minuta de projeto de lei (PL) da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata) apresentada pela diretoria do SindSaúde, os servidores do Hospital Regional do Paranoá (HRPa) decidiram - durante assembleia realizada na quarta-feira (5/12) - que é preciso garantir que a incorporação do benefício seja assegurada por meio da aprovação do PL na Câmara Legislativa (CLDF), mas criticaram a forma como a Gata será integrada ao vencimento básico – em três parcelas a serem pagas até 2015.

“Os servidores do Paranoá entenderam que apesar do parcelamento ser ruim, o projeto de lei é bom, pois possibilita que a incorporação da Gata deixe de ser tratada em acordos que podem ser quebrados e se torne uma lei que precisa ser respeitada”, disse a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues

[caption id="attachment_4064" align="aligncenter" width="580"] A diretora do SindSaúde Marli Rodrigues explica aos servidores como será feita a incorporação da Gata[/caption]

Prestação de contas e previsão orçamentária são aprovadas em assembleia

Qua, 03 Abr 2013

O balanço patrimonial do ano de 2012 foi discutido e aprovado pelos servidores sindicalizados durante assembleia realizada no auditório do SindSaúde na manhã desta quinta-feira (31/1). Durante a reunião, houve ainda a aprovação da proposta orçamentária anual de 2013, que define como serão os gastos dos próximos meses.

A prestação de contas dos movimentos financeiros e de contabilidade do sindicato - referente ao período de janeiro à dezembro de 2012 - foi aprovada pelo Conselho Fiscal do SindSaúde antes de ser submetido à análise dos servidores. A documentação que detalha todos esses gastos está a disposição dos sindicalizados na sede do SindSaúde.

Previsão para 2013

De acordo com a diretoria, a meta para 2013 será a economia nas despesas da instituição. “Vamos reduzir os gastos com o sindicato em si e investir esses recursos nas lutas da categoria. A formação sindical e o plano de carreiras são só alguns exemplos do que será prioridade quando o assunto for despesa”, garantiu a diretora Marli Rodrigues.

Servidores acompanham votação do PL da Gata

Qua, 03 Abr 2013

Neste momento, servidores da saúde e a direção do SindSaúde estão no plenário da Câmara Legislativa (CLDF) para acompanhar a votação do projeto de lei (PL) 1309/2012, que trata da incorporação dos 80% restantes da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata).

"Estamos aqui para pressionar os parlamentares a aprovarem o PL. Não sairemos daqui sem a nossa Gata", disse a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues.

Aguarde mais informações.

HRSAM também exige o envio do projeto de lei, mas protesta contra o parcelamento da incorporação da Gata

Qua, 03 Abr 2013

A direção do SindSaúde levou a discussão sobre a minuta do projeto de lei (PL) da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata) ao conhecimento dos servidores do Hospital Regional de Samambaia (6/12), durante assembleia realizada na manhã desta quinta-feira (6/12). Na ocasião, os trabalhadores reforçaram a reivindicação da categoria sobre o envio imediato do PL à Câmara Legislativa (CLDF) e também criticaram contra o parcelamento da incorporação.

“Nós encampamos a luta da Gata porque entendemos que incorporá-la ao nosso salário é muito melhor do que exigir outra gratificação ou benefício, que podem ser retirados a qualquer momento dos nossos contracheques”, explicou a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues.

Servidores de Sobradinho também reivindicam o envio imediato do PL da Gata à CLDF

Qua, 03 Abr 2013

O SindSaúde fechou mais uma semana de assembleias no Hospital Regional de Sobradinho (HRS) nesta sexta-feira (7/12) e a decisão dos servidores foi exigir o envio imediato do projeto de lei da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata) para votação na Câmara Legislativa (CLDF). Apesar da reivindicação, os trabalhadores criticaram a proposta do governo que prevê o pagamento da Gata em três vezes – 2013, 2014, 2015.

“Os servidores de Sobradinho entenderam que a proposta que mais contempla as nossas exigências no momento é exigir que o governo transforme logo esse projeto em lei, entretanto, não há como não protestar contra esse parcelamento”, avaliou a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues.

A próxima assembleia será realizada no Hospital Regional de Brazlândia (HRBz), no auditório da unidade de saúde, às 10h.

Servidores do HRBz exigem envio imediato do projeto de lei da Gata à Câmara Legislativa

Qua, 03 Abr 2013

Dando continuidade à rodada de assembleias, a diretoria do SindSaúde realizou nesta segunda-feria (10/12) o debate sobre a proposta de incorporação da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata) no Hospital Regional de Brazlândia. Assim como nas demais unidades de saúde onde o projeto de lei (PL) da Gata já foi discutido, os servidores do HRBz exigiram que ele seja enviado imediatamente para a Câmara legislativa (CLDF) e votado ainda neste ano.

Para a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues, a incorporação da Gata representará uma mudança na cultura de reivindicações da categoria. “Agora lutamos por um vencimento básico mais robusto em vez de gratificações e benefícios que podem ser retirados a qualquer momento e que certamente não serão mantidos na aposentadoria”, explicou.

SindSaúde discute incorporação da Gata em Centro de Saúde do Núcleo Bandeirante

Qua, 03 Abr 2013

A direção do SindSaúde esteve nesta terça-feira (11/12) no Centro de Saúde do Núcleo Bandeirante para debater sobre a proposta de incorporação da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata) e contou com o apoio dos servidores na aprovação do projeto de lei da Gata, mas com ressalva para o parcelamento em três vezes.

“Ao virarmos a página da incorporação da Gata, poderemos entrar em 2013 com um novo gás, investindo em questões importantes como a reestruturação do plano de carreiras, a isonomia de carga horária e o plano de saúde dos servidores”, disse a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues.

Finalmente: Gata cruza a linha de chegada!

Qua, 03 Abr 2013

Projeto de lei é assinado pelo governador Agnelo Queiroz e enviado à Câmara Legislativa.

O projeto de lei que trata da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (Gata) foi assinado pelo governador Agnelo Queiroz e chegou à Câmara Legislativa na tarde desta quarta-feira (12/12). A expectativa é que a proposta seja votada na quinta-feira (13/12).

O envio do projeto de lei foi comemorado pela categoria durante a assembleia realizada no Centro de Saúde n°2 do Recanto das Emas. “Enfim o tão esperado PL chegou à Câmara Distrital. Agora, é com o presidente da Casa, deputado Patrício. Temos certeza de que ele irá honrar o compromisso feito com a nossa categoria criando todas as condições para aprovar o projeto”, disse a diretora do SindSaúde Marli Rodrigues. “Amanhã os servidores comparecerão em peso ao plenário para acompanhar a votação”, completou.