SindSaúde cobra exoneração de mais uma chefia da era Rollemberg

Qua, 03 Abr 2019

No Gama, servidores do Centro de Saúde 3 estão insatisfeitos com a gestão da unidade

A presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues, esteve no Centro de Saúde nº 3 do Gama para pedir a saída da gerente de Serviços de Atenção Primária da unidade, Karoline Edielic Santos Araújo, que foi a gerente de enfermagem do Hospital Regional do Gama na era Rollemberg.

O SindSaúde acredita que para uma real mudança na gestão da saúde pública do DF, é necessário que os gestores que fizeram parte do período de opressão e perseguição do antigo governo deixem seus cargos. Não haverá melhorias enquanto não houver uma real atitude de remoção das chefias viciadas no descaso e na incompetência. Para a presidente, aS sequelas precisam ser eliminadas.

"O SindSaúde enfrentou o governador e vencemos. Não dá agora para aceitar que as mesmas pessoas que massacraram a nossa categoria sejam acomodadas e continuem no comando, prontas para sabotar e perseguir, como ja fizeram num passado recente", destaca Marli Rodrigues e completa: “A leitura é a seguinte: as ratazanas estão apenas mudando de lugar.

IR 2019: SindSaúde faz declaração dos sindicalizados até 30 de abril

Qua, 03 Abr 2019

O SindSaúde oferece aos filiados atendimento exclusivo para declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). Para a declaração do ano-base 2018, os sindicalizados podem procurar o Departamento Jurídico do sindicato até 30 de abril. No entanto, a recomendação é não deixar para o último dia.

Os comprovantes de rendimentos referentes ao ano passado já estão liberados pela Secretaria de Saúde.

Além do comprovante de rendimento (fornecido pela SES), o sindicalizado deve levar, se possível, a declaração do ano anterior. Caso o servidor tenha despesas médicas, com instrução própria ou de dependentes, ele deve levar os comprovantes.

O atendimento dos sindicalizados é feito por ordem de chegada na sede do SindSaúde-DF, das 9h às 17h.

Atendimento do Departamento Jurídico para sindicalizados:
De segunda à sexta-feira
Horário: 9h às 17h
SDS Ed. Venâncio lll sala 109/113 - Brasília, DF, 70393-902
Telefones: (61) 4063-9077 ou (61) 3225-6579
WhatsApp

Deputada Erika Kokay apresenta projeto para aumentar recursos para o DF

Ter, 02 Abr 2019

Caso seja aprovado, recursos do imposto de renda e proventos de qualquer natureza permanecem no Distrito Federal

A deputada federal Erika Kokay protocolou na Câmara Federal, na sexta-feira (29/3), projeto de lei com o objetivo de alterar a lei que institui o Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF), para estabelecer que o produto do imposto de renda e proventos de qualquer natureza, incidente na fonte, sobre rendimentos pagos, a qualquer título, com recursos do FCDF, pertence ao Distrito Federal.

Isso significa que, se o projeto for aprovado, pode ampliar os recursos na receita do GDF.

No dia 27 de março último, o Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu que o DF terá que devolver R$ 10 bilhões à união e não poderá ficar com o imposto de renda, o que ocorre desde 2010, que incide sobre os soldos e benefícios pagos a categorias profissionais cujos salários são bancados pelo Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF), como as polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros.

DF registra mais uma morte por dengue e casos da doença aumentam 528% em um ano

Ter, 02 Abr 2019

São Sebastião é a região administrativa com o maior número de registros

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal registrou nesta semana mais uma morte em decorrência da dengue e o número já chegou a sete, desde o começo deste ano. O caso está no boletim epidemiológico da pasta, divulgado ontem, e que reuniu ocorrências da enfermidade até 23 de março.

Nesse período, São Sebastião foi a região administrativa que registrou o maior número de confirmações de pessoas doentes (721), seguido por Planaltina (665) e Ceilândia (389).

Ao todo já são 5.759 notificações de dengue no DF em 2019, sendo 4.971 considerados casos prováveis. Segundo o Ministério da Saúde, até o dia 16 de março deste ano, a unidade federativa registrou aumento de 528% nos casos da doença, ante o mesmo período de 2018.

Incidência

O Distrito Federal é a 8ª unidade do Brasil com a maior incidência de dengue no Brasil - 116,5 casos a cada 100 mil habitantes.

Em

SES paga nesta sexta-feira o TPD de dezembro e R$ 4,9 milhões em pecúnias de julho de 2016

Sex, 29 Mar 2019

Segundo a SES, valores a serem depositados nesta noite chegam a cerca de R$ 9,4 milhões

Na noite desta sexta-feira (29), como antecipou o SindSaúde-DF no último dia 26 de março, a Secretaria de Saúde fará o pagamento do Trabalho em Período Definido (TPD) na conta dos servidores. A subsecretária de Gestão de Pessoas (Sugep) anunciou ainda o pagamento de pecúnias.

Vão receber hoje as licenças-prêmio não usufruídas os aposentados entre 8 e 13 de julho de 2016. No total, com a concessão dos dois benefícios, serão pagos cerca de R$ 9,4 milhões - aproximadamente R$ 4,5 milhões referentes ao TPD e R$ 4,9 milhões em licenças-prêmio. Ao todo, 4.384 servidores terão os recursos nas contas.

De acordo com a subsecretária de Gestão de Pessoas, Silene Almeida, alguns setores que apresentaram inconsistência estão em folha suplementar e, assim que o recurso for liberado, também serão pagos.

A

Jurídico SindSaúde vence mais 12 ações de exercício findo e outras demandas

Sex, 29 Mar 2019

Em 17 sentenças, os servidores vão receber, juntos, cerca de R$ 131 mil em indenizações e direitos

O Jurídico SindSaúde fecha a semana com mais resultados vitoriosos para os servidores sindicalizados que entraram com ações contra o Governo do Distrito Federal. Só de exercício findo são 12 sentenças positivas. E no total, os 17 servidores que tiveram auxílios dos advogados do SindSaúde nessas sentenças vão receber do Governo do DF cerca de R$131 mil. Somente as 12 ações vencidas de exercício findo somam R$ 118 mil para os sindicalizados.

Em outros dois processos, o GDF foi condenado a pagar a atualização monetária a título de licença prêmio recebida de forma administrativa a dois servidores. Um deles receberá o valor de R$ 2.814,58 e o outro deve receber o valor de R$ 3.017,34.

Um dos servidores receberá do DF, corrigidos, R$ 7,1 mil a título de acertos administrativos.

Governo do DF exonera mais um diretor da era Rollemberg

Qui, 28 Mar 2019

Publicação no Diário Oficial retira do cargo o diretor-geral do Hospital de Santa Maria

Foi publicado no Diário Oficial do DF desta quinta-feira (28), a exoneração de Igor Silveira Dourado, que ocupava o cargo de diretor do Hospital Regional de Santa Maria desde a gestão Rollemberg e do ex-secretário de saúde Humberto Fonseca.

igor dourado

Segundo servidores, o agora ex-diretor era defensor do ex-governador na campanha para a reeleição de Rollemberg.

O atual governo do Distrito Federal já exonerou, nestes primeiros três meses de gestão, Valterdes Silva Nogueira, diretor do Hospital Regional de Brazlândia; o diretor do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), Gustavo Bernardes; e o superintendente da Regional de Saúde Central, Adriano Ibiapina, esse nomeado já no governo Ibaneis.

O SindSaúde alerta desde o início do ano que o atual governo precisa retirar os gestores que faziam parte da má gestão da era Rollemberg. Assim, os vícios de abandono e incapacidade poderão ser rompidos.

Procurada,

SindSaúde marca Assembleia Geral e lembra: cumprimento da lei não é reajuste

Qua, 27 Mar 2019

Governador firmou o pagamento da gratificação para junho e reunião da categoria vai tratar sobre GATA e ISONOMIA

A presidente do SindSaúde-DF, Marli Rodrigues, anunciou Assembleia Geral dos servidores da Saúde para o dia 4 de julho próximo, no Clube da Saúde, às 10h, logo após o prazo firmado pelo governo para pagamento da GATA ou parte dela. O encontro da categoria vai discutir sobre a incorporação da última parcela da Gratificação de Atividade Técnico-Administrativa (GATA), que deveria ter ocorrido em 2015, e o pagamento da diferença da Isonomia das carreiras. Também estará na pauta o cumprimento da terceira parcela da Lei do Especialistas (5.249), que já deveria ter sido incorporada também em 2015.

Segundo a sindicalista, está iniciada a “Campanha pela Libertação da GATA” (CLG). A expectativa é que até 4 de julho a categoria tenha recebido seus direitos ou parte deles com uma proposta real para pagamento de todo o valor.

Perguntada sobre a declaração do governador do DF, Ibaneis Rocha, afirmando que não vai dar reajuste de salários a ninguém este ano, a presidente foi clara: “O governador fala em novos REAJUSTES.

Dívidas com servidores devem ser emergência para o governo

Qua, 27 Mar 2019

A importância que os servidores do governo do Distrito Federal têm para a economia local é evidente. Ao todo, 183,8 mil pessoas estão nesse rol de trabalhadores. O quantitativo é maior do que a população de regiões administrativas como Águas Claras, Gama e Recanto das Emas.

Em reunião com o SindSaúde no final de janeiro, o governador Ibaneis Rocha acatou diversas pautas da entidade – pagamento de pecúnias, última parcela da GATA e ISONOMIA, ampliação de carga horária de acordo com a necessidade das unidades, consultoria financeira para endividados do BRB, convocação de aprovados em concursos, entre outras.
É notório que o atual governo possui grandes desafios com a categoria da Saúde. A atual gestão do Palácio do Buriti herdou as contas públicas destroçadas, após quatros anos de um desgoverno Rollemberg.

Já recebemos boa sinalização por meio do diálogo e pelo pagamento de direitos como exercício findo de aposentados entre 2002 e 2010 e também com a busca do governo em atualizar o pagamento do TPD (Trabalho por Período Definido).

Dengue já causou 6 mortes no DF em 2019

Ter, 26 Mar 2019

Notificações da doença já chegam a 4,3 mil

O Informativo da Secretaria de Saúde do Distrito Federal registrou, só em 2019, 4.339 casos notificados de dengue. Até março deste ano seis óbitos já foram confirmados em moradores do DF. No mesmo período em 2018, apenas 1 caso grave tinha sido identificado.

Os dados são da Subsecretaria de Vigilância à Saúde e estão disponíveis no informativo epidemiológico. De acordo com o documento, as regiões com números mais alarmantes são Itapoã e São Sebastião.

Este cenário demonstra a necessidade de que, além do governo, é preciso que toda a população se una no combate ao mosquito Aedes aegypti que se reproduz em depósitos de água parada. Ele transmite doenças como a dengue, a febre amarela, a febre chikungunya e o vírus zika.

Entre os cuidados básicos estão: fechar tonéis e caixas d’água, manter calhas sempre limpas, deixar garrafas viradas com a boca para baixo, lixeiras tampadas, ralos limpos e com aplicação de tela, colocar areia em vasos de plantas para evitar acúmulo de água, limpar regularmente potes de água dos animais e de forma alguma deixar água acumulada em qualquer lugar da casa ou do terreno.

Os

Saúde paga TPD de dezembro na sexta-feira

Ter, 26 Mar 2019

Valores devem cair nas contas dos servidores no período da noite

Desde a gestão passada, o SindSaúde vem cobrando a regularização do pagamento dos TPD's (Trabalho por Período Determinado) feito pelos servidores da SES. Nesta terça-feira (26), o sindicato confirmou com a equipe do Governo do DF a informação que a folha de dezembro foi fechada, e lançada, e o pagamento do TPD será realizado na conta dos servidores na sexta-feira (29), à noite.

No início desse novo governo, as articulações se intensificaram e em 45 dias, a Secretaria de Saúde, por meio da Subsecretaria de Gestão de Pessoas (Sugep) em parceria com o Fundo de Saúde, pagou os meses de setembro, outubro e novembro, trazendo alívio aos milhares de servidores que temiam que seus passivos caíssem em exercício findo.

A presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues, comemora essa retomada do respeito ao servidor com o pagamento pelo serviço realizado: “Apesar do tempo decorrido, essas ações contínuas do governo, através da articulação e empenho da Sugep e Fundo de Saúde, trazem esperança à categoria".

Para

Projeto do SindSaúde é modelo para outros estados, afirma secretário de Saúde de Goiás

Seg, 25 Mar 2019

Para Ismael Alexandrino, o centro NovaMente reflete uma nova forma de acolher o servidor

O SindSaúde lançou na última quinta-feira (21), o Centro de Atendimento e Estudos da Saúde do Servidor Público do DF (Espaço NovaMente) e o projeto recebeu elogios de autoridades no assunto, políticos e servidores presentes. O secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, disse que a iniciativa é modelo para outros estados e demonstrou interesse que o projeto alcance também seu estado.

Para os convidados, com objetivo de estudar a saúde mental dos servidores e acolher esse público, o trabalho do centro NovaMente proporcionará melhores condições de trabalho e estabilidade emocional e mental para que os servidores públicos possam exercer suas funções.

O secretário de Saúde de Goiás fez questão de viajar até Brasília, em uma data que já havia circulado cerca de mil quilômetros nas cidades goianas, para prestigiar o evento.

Especialistas debatem saúde mental em lançamento de projeto do SindSaúde

Seg, 25 Mar 2019

Estudiosos do tema ressaltaram a importância de projetos como o Espaço NovaMente

Especialistas e estudiosos de saúde mental marcaram presença no evento de lançamento do projeto NovaMente, iniciativa do SindSaúde para e estudar e tratar servidores acometidos por enfermidades mentais. Entre os convidados, esteve o sociólogo e professor Paulo Delgado, autor da lei que extinguiu os manicômios do Brasil.

Segundo o professor, há uma correspondência direta entre o aumento da tecnologia e o crescimento de pessoas com doenças mentais. "Estamos vivendo um momento digital que leva a uma vida artificial. E isso está levando as pessoas ao adoecimento sem perceber. Nesse tempo de desconexões entre as pessoas, o SindSaúde está reconectando e dando exemplo no DF”, disse Delgado.

O representante da Associação Brasileira de Saúde Mental, Marcelo Kimati, mostrou preocupação com o aumento de servidores que entram de licença médica. "Estamos nos afastando mais do trabalho e adoecendo mais porque vivemos em condições de trabalho cada vez pior".

Também

Espaço NovaMente é lançado com novo conceito em atendimento da saúde mental

Sex, 22 Mar 2019

Servidores, autoridades e estudiosos prestigiaram o evento realizado nesta quinta-feira (21)

O Distrito Federal ganhou nesta quinta-feira (21) um espaço para acolhimento, atendimento e pesquisa da saúde mental do servidor público. O Espaço NovaMente, idealizado pelo SindSaúde, foi inaugurado com festa no Hotel San Marco, prestigiada por especialistas, servidores e autoridades.

“Essa é uma noite que marca a vida do servidor público, inauguramos um cuidado que esperamos que comece na NovaMente e se espalhe”, afirmou a presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues.

Idealizado pelo sindicato, o espaço será referência para pesquisa do adoecimento do servidor da Saúde, permitindo entender as causas do adoecimento e a proposição de políticas públicas efetivas para resolver o problema.

O diretor técnico da NovaMente, Lucio Costa, explicou que o atendimento será em parceria com os sistemas já existentes de tratamento da saúde mental. “Teremos 20 profissionais trabalhando juntos, de áreas diferentes, para compreender de forma objetiva as causas do adoecimento do servidor".

Exemplo

O

“Nosso servidor está adoecido e desvalorizado”, aponta secretária-adjunta da SES

Qua, 20 Mar 2019

Gestoras da Saúde defendem valorização dos trabalhadores proposta pela NovaMente

O adoecimento mental dos servidores da Saúde é um ponto pacificado entre as atuais gestoras da pasta. Num momento de muitos atestados e afastamentos por problemas como depressão e ansiedade, o Centro de Atendimento e Estudos da Saúde do Servidor Público do DF (Espaço NovaMente) surge como uma luz para quem trabalha na capital federal.

Para a secretaria-adjunta de Assistência à Saúde do DF, Renata Rainha, projetos como a NovaMente são “importantíssimos” por mostrar que há preocupação com a saúde mental dos servidores.

“Nossos servidores estão muito adoecidos. São pessoas que ficaram muito tempo se sentindo desvalorizadas, sem motivação, e isso se tornou uma bola de neve que contagia todos e acaba resultando em afastamento. O afastamento de um gera sobrecarga nos outros e mais adoecimento e afastamento”, explicou.

Segundo ela, a Secretaria de Saúde convive com um alto índice de suicídio e taxas elevadas de depressão e ansiedade - tudo resultando em um absenteísmo elevado.

Em meio a denúncias de sabotagem, gestores da Saúde começam a cair

Qua, 20 Mar 2019

SindSaúde já havia alertado sobre boicotes e perseguição a servidores na rede pública

Após denúncias de supostas sabotagens, o governador Ibaneis Rocha (MDB) exonerou o diretor do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) , Gustavo Bernardes, e o superintendente da regional de saúde central, Adriano Ibiapina. O SindSaúde já havia alertado sobre casos de boicotes e perseguição a servidores feitos por quem ocupa cargos de chefia.

Ao Portal G1 DF, Ibaneis Rocha disse que tomou conhecimento de “uma espécie de embarreiramento no atendimento para que as pessoas ficassem do lado de fora para expor uma situação que não era real porque havia leitos dentro do hospital”.

A presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues, afirma que “a faxina da sujeira deixada pelo governo passado precisa acontecer”. Segundo ela, “se o atual governador colocar uma lupa nas unidades vai encontrar muita coisa errada sendo feita por gestores anteriores”.

A

“Hospital tem que ser último recurso para tratar saúde mental”, defende Paulo Delgado

Ter, 19 Mar 2019

Sociólogo aposta na NovaMente como política pública para acolhimento e escuta dos servidores

Responsável pela lei que acabou com os manicômios no Brasil, o professor e sociólogo Paulo Delgado conheceu o Centro de Atendimento e Estudos da Saúde do Servidor Público do DF (Espaço NovaMente) e se tornou defensor da expansão do projeto como exemplo de mudança de perspectiva no tratamento da saúde mental.

“Temos que entender que o hospital é sempre o último recurso. Uma pessoa com transtorno e doença mental não precisa ter uma vida hospitalar, principalmente porque ela não é contagiosa. Uma pessoa com a saúde mental debilitada precisa de acolhimento, atendimento aberto e espaços de liberdade. E é isso que a NovaMente vai oferecer”, explica Delgado.

Para ele, a criação de espaços como a NovaMente ajudarão na mudança de paradigma como “modelo exemplar que vai se expandir para outras áreas da administração pública do DF e contaminar o país”.

“Isso

SES cria grupo de trabalho para calcular impacto do reajuste a ser pago aos servidores

Sex, 15 Mar 2019

Sinalização do aumento na folha de pagamento soma-se à promessa do pagamento da GATA, que deve ocorrer em junho

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal publicou nesta sexta-feira (15) uma ordem de serviço que cria um grupo de trabalho para avaliar o impacto da concessão da terceira parcela do reajuste salarial aos servidores da SES. A equipe, formada por cinco servidores da pasta, irá calcular os valores retroativos decorrentes do atraso da concessão desse aumento salarial, que deveria ter ocorrido em 2015.

Os membros do grupo de trabalho têm 30 dias, prorrogáveis por igual período, para concluir a tarefa. O grupo foi criado por meio de ordem de serviço assinada pela Subsecretária de Gestão de Pessoas, Silene Almeida, publicado no Diário Oficial do DF desta sexta-feira (15)

Em janeiro deste ano, o governador Ibaneis Rocha (MDB) se comprometeu a pagar o reajuste salarial a 32 categorias do funcionalismo local.

Sociólogo Paulo Delgado confirma presença no lançamento do centro de pesquisas NovaMente

Sex, 15 Mar 2019

Projeto idealizado pelo SindSaúde vai estudar e tratar a saúde mental do servidor da Saúde

O sociólogo, cientista político e ex-deputado Paulo Delgado é presença confirmada no lançamento do Centro de Atendimento e Estudos da Saúde do Servidor Público do DF (Espaço NovaMente), no próximo dia 21 de março de 2019.

Delgado é autor da lei que acabou com os manicômios no Brasil. A Lei 10.216 dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental.

Ao conhecer o projeto da NovaMente, apresentado pela presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues, o professor se tornou defensor da expansão da ideia como exemplo de mudança de perspectiva no tratamento da saúde mental.

Ao lado de Lucio Costa, psicólogo especialista em saúde mental e diretor técnico da NovaMente, Marli explicou a Delgado que o objetivo do centro de pesquisas é ressignificar a vida do servidor que sofre com transtornos mentais.

Conceito

A NovaMente surge com um conceito totalmente inédito no tratamento da Saúde Mental.

SindSaúde lança Centro de Estudos e Atendimento para pesquisas sobre saúde mental do servidor

Qui, 14 Mar 2019

Diretoria do Espaço NovaMente receberá convidados no Hotel San Marco, em 21 de março

Depois de anos de sonho e trabalho para torná-lo realidade, o SindSaúde lançará, na próxima quinta-feira (21), o Centro de Atendimento e Estudos da Saúde do Servidor Público do DF (Espaço NovaMente). O evento para apresentação do espaço e projeto será no Hotel San Marco, às 19h.

“Foram muitos anos vendo os servidores adoecerem e se afastarem, sem que o Estado fizesse nada. Agora, podemos dizer que estamos de fato contribuindo: estudando as causas, ajudando no acolhimento e acompanhando o tratamento desses servidores”, explica a presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues.

O evento contará com participação dos parceiros e apresentação da equipe multidisciplinar e metodologia de trabalho. Além de psicólogos e assistentes sociais, a equipe conta também com fisioterapeuta, enfermeiro, educador físico, nutrólogo e terapeuta ocupacional.